Penicillium

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde Maio de 2008).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Como ler uma caixa taxonómicaPenicillium
Penicillium roqueforti em queijo Blue Stilton.

Penicillium roqueforti em queijo Blue Stilton.
Classificação científica
Domínio: Eukarya
Reino: Fungi
Filo: Ascomycota
Classe: Eurotiomycetes
Ordem: Eurotiales
Família: Trichocomaceae
Género: Penicillium
Espécies
Penicillium bilaiae

Penicillium camemberti
Penicillium candida
Penicillium chrysogenum
Penicillium claviforme
Penicillium crustosum
Penicillium funiculosum
Penicillium glaucum
Penicillium lacussarmientei
Penicillium marneffei
Penicillium notatum
Penicillium purpurogenum
Penicillium roqueforti
Penicillium stoloniferum
Penicillium viridicatum
Penicillium verrucosum
Penicillium commune

O Penicillium (lat. penicillus= pincel) é um género de fungos, o comum bolor do pão, que cresce em matéria orgânica especialmente no solo e outros ambientes húmidos e escuros. Por contágio, contaminam frutas e sementes e chegam a invadir habitações, sendo responsáveis pelos bolores que se instalam em alimentos para consumo humano.

Várias espécies produzem bactericidas (antibióticos) que concorrem com bactérias saprófitas pelas mesmas fontes de nutrição.

Microfotografia de Penicillium sp.. 1 - hifa; 2 - conidióforo; 3 - fiálide; 4 - conídio; 5 - septo.

Usos de espécies de penicillium[editar | editar código-fonte]

Além da penicilina, outras espécies de penicillium tem valor económico, especialmente na produção de queijos e vinhos seu mofo não é considerado ruim para a saúde.

Penicillium notatum[editar | editar código-fonte]

A penicilina foi descoberta por acaso pelo cientista Alexander Fleming em 1928, quando realizava pesquisas com bactérias. Ele observou que esporos de fungos Penicillium notatum haviam caído na preparação e estavam impedindo o desenvolvimento das bactérias.

Penicillium marneffei[editar | editar código-fonte]

Algumas espécies de Penicillium causam infecções na pele e tracto respiratório do homem, nomeadamente em indivíduos imunodeprimidos, como por exemplo os doentes com síndrome de imunodeficiência adquirida (SIDA ou AIDS).

É o Penicillium marneffei que causa a mais frequente peniciliose, com infecção dos pulmões (pneumonia). É um fungo comum nos solos em algumas regiões, é o único Penicillium com forma dimórfica, em hifas ou leveduras que alterna de acordo com a temperatura. A forma do solo é normalmente a hifa, e dentro dos seres vivos a levedura. É parasita normalmente do rato Rhizomis sinisensis.

A peniciliose é semelhante à criptococose, com febre e anemia. É a mais frequente causa de infecções oportunistas em doentes com SIDA/AIDS no Sudoeste Asiático (e.g. 10% dos doentes com SIDA em Hong Kong acabarão por ter um episódio). As infecções dos pulmões generalizam-se em casos graves podendo advir a morte.

O tratamento é com antifúngicos, ou em casos mais graves com anfotericina B na fase aguda e depois a longo prazo profilaxia com azois como o Itraconazol.

Outros Penicillia[editar | editar código-fonte]

  1. Penicillium glaucum usado para fazer queijo Gorgonzola.
  2. Penicillium candida usado para fazer queijos Brie e Camembert
  3. Penicillium roqueforti usado para fazer queijo Roquefort.
  4. Penicillium bilaiae
  5. Penicillium camemberti usado para fazer queijos Brie e Camembert
Commons
O Commons possui imagens e outros ficheiros sobre Penicillium

O fungo Penicillium Notatum faz parte da relação ecológica desarmônica chamada Amensalismo