Peninha (compositor)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Text document with red question mark.svg
Este artigo ou secção contém uma ou mais fontes no fim do texto, mas nenhuma é citada no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações. (desde dezembro de 2010)
Por favor, melhore este artigo introduzindo notas de rodapé citando as fontes, inserindo-as no corpo do texto quando necessário.
Peninha
Informação geral
Nome completo Aroldo Alves Sobrinho
Também conhecido(a) como Peninha
Nascimento 17 de fevereiro de 1953 (61 anos)
Origem São Paulo (SP)
País  Brasil
Gênero(s) MPB
Instrumento(s) violão, guitarra
Período em atividade 1972 - presente
Afiliação(ões) Daniel, Só pra Contrariar, Roberta Miranda, Caetano Veloso, Tim Maia, Sandra de Sá, Paulinho Moska, Fábio Júnior
Página oficial www.peninha.art.br

Aroldo Alves Sobrinho (São Paulo, 17 de fevereiro de 1953), mais conhecido como Peninha, é um cantor e compositor brasileiro.

Peninha gravou o primeiro compacto em 1972, mas seu primeiro grande sucesso foi "Sonhos" (1977), incluído na trilha da telenovela "Sem Lenço, Sem Documento" e com milhares de cópias vendidas. O arranjo foi do maestro Hugo Bellard

Músicas compostas por ele já foram gravadas por cantores como Caetano Veloso, Fábio Júnior, Daniel, Alexandre Pires, Roberta Miranda, Paulinho Moska e Renata Arruda, entre outros.

A canção "Sonhos", seu maior sucesso, além de ter sido interpretada por Caetano Veloso, Paulinho Moska e Elymar Santos, foi regravada também em outros idiomas. Através de Caetano, Peninha conseguiu outro sucesso em "Sozinho", que ao se tornar tema da telenovela da TV Globo "Suave Veneno" vendeu um milhão de cópias em 1999. A música já tinha sido gravada antes por Sandra de Sá e Tim Maia, e Caetano registrou-a no disco "Prenda Minha".

Em 2001, depois de algum tempo sem gravar, Peninha lançou "Coladinhos", produzido por Manoel Nenzinho Pinto. O trabalho possui 14 faixas, entre canções antigas e inéditas, incluindo "Um Milhão de Fantasias", "O Ritmo da Chuva" e "Quando Eu Amo É Assim".

Peninha é casado há 25 anos com Valquíria Campos, com quem teve 5 filhos: Luciana, Thiago, Clariana, Willy e Stephany.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]