Pensamentos (Pascal)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Pensamentos (em francês: Pensées) é uma obra do físico, filósofo e teólogo francês Blaise Pascal (1623-1662). A obra foi escrita com o intuíto de defender o cristianismo e foi publicada postumamente em 1670.

Frases[editar | editar código-fonte]

  • "Dois excessos: excluir a razão, só admitir a razão".
  • "A última tentativa da razão é reconhecer que há uma infinidade de coisas que a ultrapassam. Revelar-se-á fraca se não chegar a percebê-lo".
  • "O coração tem razões, que a própria razão desconhece".
  • "Uma religião que não afirma que Deus está oculto não é verdadeira."
  • "Uma religião que não ofereça uma razão (para o fato de ele ser abscôndito) não é iluminadora."