Pepino

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Como ler uma caixa taxonómicaPepino
Cucumis sativus

Cucumis sativus
Classificação científica
Reino: Plantae
Divisão: Magnoliophyta
Classe: Magnoliopsida
Ordem: Cucurbitales
Família: Cucurbitaceae
Género: Cucumis
Espécie: C. sativus
Nome binomial
Cucumis sativus
L.

O pepino é o fruto do pepineiro (Cucumis sativus), que se come geralmente em forma de salada. O pepino é um diurético natural e de grande ajuda na dissolução de cálculos renais. Ele é rico em potássio, que proporciona flexibilidade aos músculos e dá elasticidade às células que compõem a pele. Isso resulta em rejuvenescimento da epiderme, especialmente a do rosto.

Descrição[editar | editar código-fonte]

Cucumis sativus em flor.

São lianas (trepadeiras) anuais de folhas lobadas e flor amarela.

As verduras são longas, com casca verde clara com estrias e manchas escuras, polpa de cor clara e sabor suave, com sementes achatadas semelhantes as do melão (Cucumis melo L.), que é outro membro da família Cucurbitaceae.[1]

Origem[editar | editar código-fonte]

O pepino é originário das regiões montanhosas da Índia[2] e apropriado para o plantio em regiões tropicais e temperadas. Tem sido cultivado desde a Antiguidade na Ásia, África e Europa.

Foi trazido para a América por Cristóvão Colombo.[3]

A espécie apresenta grande variação, entre os inúmeros cultivares, quanto a tamanho, forma, cor dos frutos, sabor e características vegetativas.[4]

Utilização[editar | editar código-fonte]

Pepino preparado como picles.

É utilizado normalmente cru em forma de salada ou picles. Também é usado cozido e recheado, em refogados, e em sopas quentes ou frias.[5]

Pomada preparada com pepino, é utilizada para amaciar a pele [6] . O pepino batido no liquidificador com água e mel serve para as mãos ressecadas por detergente.[3]

Depois de colhido e em condição ambiente, o processo de deteriorização do pepino é rápido. Deve ser conservado em geladeira, dentro de sacos de plástico perfurado. A sua duração e de até uma semana sem grandes alterações na cor, sabor e aparência.[5]

Cornichon[editar | editar código-fonte]

Cornichon é um galicismo que se emprega para designar os "pepinos pequenos" (gherkin), conhecidos como "pepino pequeno de Paris" , frutos que se empregam, depois de conservados em vinagre, como condimento, picles.[7]

Valor nutricional[editar | editar código-fonte]

Cada 100 gramas de pepino com casca (Cucumis sativus) contém:[8]

Aproximadamente 95 % do pepino é composto por água, sendo entretanto rico em fibras, daí a sua importância para o sistema digestivo.[1] Possui baixo teor de calorias e contém pequenas quantidades de vitamina C e folato.[4] Em 2008 foi homologado pelo RankBrasil – Recordes Brasileiros, como o “Fruto com menor teor calórico do país”.[9]

Esta planta é um ótimo tônico para o fígado, rins e vesícula, e dá força aos cabelos e unhas, pelo seu alto teor de sílica e flúor[10] . É um eficiente diurético natural e ajuda a controlar a alta pressão arterial. Pode ser utilizado também nas enfermidades dos dentes e das gengivas.[2] É indicado para amenizar dores de garganta[11] .

Para facilitar a digestão do pepino, recomenda-se mastigá-lo bem.[5]

Cultivo[editar | editar código-fonte]

O plantio é feito de forma direta no solo, com a utilização de 3 a 4 sementes por cova, a 1,5 cm de profundidade.

Os solos mais indicados são aqueles de textura média, leves, profundos, férteis e bem drenados. O PH do solo deve estar entre 5,5 a 6,5.[4]

A planta melhor se adapta em áreas com clima variando de ameno a quente.

Principais cultivares[editar | editar código-fonte]

Classificação comercial[editar | editar código-fonte]

Cultivo de pepinos na Alemanha, sistema de irrigação e solo protegido contra pragas.

O pepino é comercializado no Brasil em cinco classes de acordo com o comprimento do fruto.[11]

Classe Comprimento (cm)
5 Maior ou igual a 5,0 e menor que 10,0
10 Maior ou igual a 10,0 e menor que 15,0
15 Maior ou igual a 15,0 e menor que 20,0
20 Maior ou igual a 20,0 e menor que 25,0
25 Maior ou igual a 25,0

É aceito em uma mesma caixa do produto, pepinos pertencentes às classes imediatamente superior ou inferior da especificada no rótulo de identificação. Este desvio não pode ultrapassar 10% do número total de pepinos amostrados.

Galeria[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b Informações sobre o Pepino, características, vitaminas, benefícios e propriedades. Sua pesquisa. Página visitada em 15 de agosto de 2008.
  2. a b Embrapa - atendimento ao cidadão. Embrapa. Página visitada em 15 de agosto de 2008.
  3. a b c d e Hortaliças - Pepino. Jornal Correio Braziliense. Página visitada em 15 de agosto de 2008.
  4. a b c Cultivo do Pepino. Herbário. Página visitada em 15 de agosto de 2008.
  5. a b c Embrapa hortaliças - dicas ao consumidor. Embrapa. Página visitada em 16 de agosto de 2008.
  6. Diccionário Lello Universal. Portugal: [s.n.]. 611 p. vol. 2.
  7. Rachel Tayse (21 de julho de 2011). Home Pickled Cornichons (em inglês). Harmonious Homestead. Página visitada em 2 dejulho de 2013.
  8. Valor nutricional dos alimentos. Emedix. Página visitada em 16 de agosto de 2008.
  9. Fruto com menor teor calórico. RankBrasil (4 de junho de 2008). Página visitada em 2 de julho de 2013.
  10. Pepino. Vitaminas & Companhia. Página visitada em 16 de agosto de 2008.
  11. a b Pepino. Sociedade de Olericultura do Brasil. Página visitada em 16 de agosto de 2008.
  12. Boletim 200 do IAC - SP. Instituto Agronômico de Campinas - IAC. Página visitada em 16 de agosto de 2008.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • R. W. Robinson, D. S. Decker-Walters: Cucurbits. CAB International, Wallingford 1997, S. 60. ISBN 0-85199-133-5
  • Siegmund Seybold (Hrsg.): Schmeil-Fitschen interaktiv (CD-Rom), Quelle & Meyer, Wiebelsheim 2001/2002, ISBN 3-494-01327-6

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Wikcionário Definições no Wikcionário
Wikilivros Livros e manuais no Wikilivros
Commons Imagens e media no Commons
Wikispecies Diretório no Wikispecies