Pepino de Itália

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Pepino de Itália
rei da Itália
Moeda com a representação de Pepino.
Governo
Reinado rei da Itália
Vida
Nome completo Pepino de Itália
Nascimento entre 773 e 775
Morte 8 de julho de 810
Pai Carlos Magno
Mãe Hildegarda de Vintzgau

Pepino de Itália (entre 773 e 775 - 8 de julho de 810), nascido Carlomano, foi rei da Itália, tendo estado sob a tutela de seu pai, Carlos Magno, desde 781.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Pepino foi o terceiro filho de Carlos Magno, com Hildegarda de Vintzgau. Ao nascer, foi-lhe dado o nome de Carlomano, mas quando seu irmão Pepino, "o Corcunda" traiu seu pai, o nome de Pepino, foi-lhe tirado e dado ao 3.º filho. Recebeu o reino de Itália após a vitória de seu pai sobre os lombardos em 781, tendo sido coroado pelo Papa Adriano I com a Coroa de Ferro.

Foi tido como um líder ativo na Itália, tendo trabalhado para expandir o império franco. Entre 788 e 789 conseguiu tomar o posse de forma estável dos territórios de Istria e em 791 liderou o seu exército pelo vale do Drava e saqueou a Pannonia, enquanto seu pai pela margem esquerda, seguia o curso do Danúbio, no território dos avaros.

Carlos Magno foi forçado a deixar incompleta esta investida militar para lidar com uma insurreição na Saxónia em 792. Pepino junto com o duque Eric de Friuli, deu continuidade as incursões militares continuando a atacar as fortificações dos Ávaros, construídas em anel.

O denominado "Grande Anel dos avaros, a sua fortaleza principal foi invadida tendo o seu espólio sido enviado para a corte de Carlos Magno, em Aachen sendo distribuído entre todos os seus seguidores e até mesmo entre os governantes estrangeiros, incluindo o rei Offa da Mércia.

Relações familiares[editar | editar código-fonte]

Foi filho de Carlos Magno e da terceira esposa deste, Hildegarda de Suábia (757 ou 758 - 783 ou 784), casados em 771.

Pepino teve varias amantes, cujos nomes não são totalmente conhecidos, e cuja ascendência não é igualmente totalmente conhecida e devidamente fundamentada numa fonte confiável. Entre as suas relações é tido como tendo casado com Berta de Toulouse, filha de Guilherme I de Toulouse[1] [2] , conde de Toulouse e de uma das suas esposas, possivelmente de Guiburga de Hornbach, filha de Guerner de Hornbach, de quem teve:

  1. Bernardo de Itália (Vermandois, Picardia 797 - Milão, Lombardia 17 de abril de 818[3] ) foi rei de Itália até 818.
  2. Adelaide de Itália (798 - c. 810), casada com Lamberto I de Nantes.
  3. Atala de Itália;
  4. Gundrada de Itália (c. 800 ou 810 - c. 810)
  5. Berta de Itália,
  6. Theodrada de Itália,

Referências

  1. Lewis, Archibald R. University of Texas Press: Austin, 1965.
  2. Luiz de Mello Vaz de São Payo, A Herança Genética de D. Afonso Henriques, Universidade Moderna, 1ª Edição, Porto, 2002, pág. 287.
  3. Bernard d'Italie sur le site Foundation for Medieval Genealogy