Período pombalino

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Período Pombalino)
Ir para: navegação, pesquisa

Período Pombalino (17501777) refere-se ao período em que Sebastião José de Carvalho e Melo, o [Marquês de Pombal] exerceu o cargo de primeiro-ministro português, sob nomeação de Dom José I.

Preocupado em reerguer Portugal da decadência que se encontrava diante de outras potências européias da época, Pombal promoveu uma reforma na administração portuguesa e na relação colônia-metrópole.[1] Em 28 de junho de 1759, através de um alvará que suprimia as escolas Jesuíticas de Portugal e de todas as suas colônias. Com eles levaram também a organização monolítica baseada no Ratio Studiorium. Durante este período a educação brasileira foi reduzida a praticamente nada. Com o sistema jesuítico desmantelado, o sistema educacional era composto por professores em sua grande maioria despreparados para tal função, além de que eram mal pagos, ou ficavam longos períodos sem receber seus salários. Com a chegada da família real ao Brasil em 1808 esta situação sofreu mudanças.[2]

Referências

  1. FAUSTO, Bóris - História do Brasil, EDUSP, ISBN 9788531402401
  2. VAINFAS, Ronaldo - Dicionário do Brasil Imperial, Objetiva, ISBN 8573024410