Percy Jackson & the Olympians: The Lightning Thief

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Percy Jackson & the Olympians: The Lightning Thief
Percy Jackson e os Ladrões do Olimpo (PT)
Percy Jackson e o Ladrão de Raios (BR)
Pôster original do filme
 Canadá /  Estados Unidos
2010 • cor • 118 min 
Direção Chris Columbus
Produção Chris Columbus
Michael Barnathan
Karen Rosenfelt
Roteiro Craig Titley
Baseado em Baseado em The Lightning Thief, de Rick Riordan
Elenco Logan Lerman
Alexandra Daddario
Brandon T. Jackson
Jake Abel
Pierce Brosnan
Sean Bean
Kevin McKidd
Uma Thurman
Steve Coogan
Género Fantasia
Mitologia Grega
Aventura
Idioma Inglês
Música Christophe Beck
Direção de fotografia Stephen Goldblatt
Edição Peter Honess
Distribuição 20th Century Fox
Lançamento Portugal 11 de fevereiro de 2010
Brasil 12 de fevereiro de 2010
Estados Unidos 12 de fevereiro de 2010
Orçamento US$ 135 milhões[1] [2]
Receita US$ 227.261.720[1]
Cronologia
Último
Último
Percy Jackson: Sea of Monsters
Próximo
Próximo
Site oficial
Página no IMDb (em inglês)

Percy Jackson & the Olympians: The Lightning Thief (no Brasil, Percy Jackson e o Ladrão de Raios; em Portugal, Percy Jackson e os Ladrões do Olimpo) é um filme de aventura e fantasia dirigido por Chris Columbus e produzido pela 20th Century Fox, tendo sua estreia ocorrida em 12 de fevereiro de 2010 nos Estados Unidos. O filme é baseado em The Lightning Thief — primeiro livro da série Percy Jackson & the Olympians, escrita por Rick Riordan — e é o primeiro filme da série de filmes baseada na série literária.

Em uma aventura épica, Logan Lerman estrela como Percy Jackson, um garoto de dezesseis anos que descobre ser um semideus filho de Poseidon. Alexandra Daddario interpreta Annabeth Chase, uma semideusa filha de Atena, que ajudará Percy em sua missão. Brandon T. Jackson vive Grover Underwood, um sátiro que deve proteger Percy, e ajudá-lo a provar que não é o Ladrão de Raios.

As críticas do filme foram medianas.[3] O orçamento de produção e divulgação do filme foi de US$ 135 milhões e os ganhos de bilheteria mundial alcançaram mais de 227 milhões de dólares, sendo destes, US$ 88,7 milhões na América do Norte e R$ 16,0 milhões no Brasil (onde o filme vendeu mais de 2 milhões de ingressos).[1]

Enredo[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

O filme é iniciado no topo do Empire State Building, com Zeus (Sean Bean) contando a seu irmão Poseidon (Kevin McKidd) que seu raio mestre foi roubado. Ele acusa o filho de Poseidon de ter roubado o raio. Apesar de Poseidon negar, Zeus lhe dá um prazo de 14 dias para trazê-lo de volta.

Logo depois, Percy Jackson (Logan Lerman) é mostrado em uma visita da escola ao Museu, para uma exibição de arte grega e romana, onde é atacado por aquela que pensava ser apenas sua professora, Sra. Dodds, mas era, na verdade, uma Fúria disfarçada; ela o questiona sobre o raio. Percy, que ainda não tem ideia de quem é, é salvo por seu professor de latim, Mr. Brunner (Pierce Brosnan), que aparece de repente, ao lado de Grover Underwood (Brandon T. Jackson), melhor amigo de Percy. Depois que a Fúria vai embora, Brunner entrega a Percy uma espada disfarçada de caneta. Grover, que é revelado como um sátiro, e Percy partem para o acampamento de treinamento para semideuses, Acampamento Meio-Sangue, ao lado da mãe de Percy, Sally Jackson (Catherine Keener). Sua mãe é impedida de entrar no local por ser totalmente humana, eles são atacados pelo Minotauro. Percy consegue destruí-lo, mas, antes disso, sua mãe é capturada por ele e desaparece no ar. Depois da batalha, Percy desmaia e acorda três dias depois do ocorrido na enfermaria do acampamento.

Percy acorda pensando que tudo não passara de um sonho, mas Grover, que é seu "protetor", lhe revela que havia realmente acontecido, e ele acredita que sua mãe está morta. Enquanto é levado para um passeio para conhecer o acampamento, ele descobre que Brunner é, na verdade, o centauro Quíron, o diretor de atividades do acampamento. E que seu pai é Poseidon. Ele também conhece Luke Castellan (Jake Abel), filho do Deus Hermes, e Annabeth Chase (Alexandra Daddario), filha da Deusa Atena. Durante um jogo de capturar a bandeira, Percy percebe que tem o poder de curar seus machucados e tornar-se mais forte e habilidoso com a água.

À noite, durante uma festa, Hades aparece e revela que Sally Jackson (Mãe de Percy) está viva e que ela é sua prisioneira, e propõe que ela seja trocada pelo raio mestre de Zeus. Percy decide, então, viajar com Grover e Annabeth para o Mundo Inferior, e eles recebem de Luke um tênis voador, que pertencia ao seu pai, um escudo, e um mapa para três pérolas de Perséfone (Rosario Dawson) que permitiriam que eles saíssem do Mundo Inferior.

Durante a procura pela primeira pérola, eles são atacados pela Medusa (Uma Thurman), mas conseguem decapitá-la e tirar a pérola de seu bracelete. Eles também levam sua cabeça, que mais tarde usam para transformar em pedra uma hidra durante a procura da segunda pérola, em uma estátua gigante de Atena na réplica do Parthenon, em Nashville, Tennessee. Eles vão procurar a última pérola no Lotus Hotel e Casino, em Las Vegas, onde passam a ser enfeitiçados pelo lugar, que faz com que o tempo passe devagar e nunca se queira sair de lá. Poseidon os ajuda, alertando Percy mentalmente do perigo do lugar, e eles conseguem pegar a pérola em uma roleta e ir embora. Quando já estão fora do Lotus Hotel e Casino eles descobrem que ficaram lá durante cinco dias, ou seja, tem agora apenas 1 dia para chegarem ao Olimpo e devolverem o raio mestre de Zeus.

A réplica do Partenon, em Nashville, Tennessee, foi utilizada durante cenas do filme.

Quando estão com as três pérolas, o mapa mostra a entrada do Mundo Inferior , próximo ao sinal de Hollywood. Os três entram no Mundo Inferior, onde Percy tenta convencer Hades que não roubou o raio mestre. Percy descobre então que o raio estava em seu escudo, logo Annabeth descobre que quem roubou o raio e o colocou no escudo de Percy foi Luke. Mas Hades não acredita neles. Hades consegue apoderar-se do raio, mas, com a ajuda de Perséfone, eles recuperam o raio e a mãe de Percy, logo podem partir, mas são obrigados a deixar um deles para trás, já que cada pérola transporta apenas uma pessoa, e eles são quatro. Grover decide que irá ficar, e os outros três vão rapidamente para o Olimpo, pois o prazo dado por Zeus estava acabando e uma guerra entre os deuses poderia começar.

Quanto eles já estão no topo do Empire State Building, eles são confrontados por Luke, que revela ser o verdadeiro ladrão do raio e a sua raiva dos deuses. Ele afirma que acreditava que os três não sairiam vivos do Mundo Inferior, e batalha com Percy. Depois de vencer a luta contra Luke, usando seus poderes com a água, Percy consegue chegar ao Olimpo pouco depois do fim do prazo, mas Zeus o escuta; ele conta toda a verdade sobre Luke e devolve o raio mestre. Percy pede então que Zeus resgate Grover do Mundo inferior, e o deus concorda. Poseidon conversa com Percy e explica que a razão para nunca ter estado presente: uma regra criada por Zeus - sobre a qual Annabeth já havia falado a Percy - que impede que os deuses tenham maior contato com seus filhos meio-humanos, e que foi criada por sua causa. Percy entende e abraça seu pai.

Depois disso ele retorna para o acampamento, chegando lá ele reencontra seu amigo Grover, que foi liberto do Mundo Inferior por Zeus. A cena final mostra Percy continuando seu treinamento no acampamento meio-sangue junto de Annabeth.

Diferenças entre o filme e o livro[editar | editar código-fonte]

A história do filme foi adaptada do livro The Lightning Thief, de Rick Riordan, que foi publicado originalmente em 2005 pela editora estadunidense Miramax Books, sendo o primeiro livro da série Percy Jackson & the Olympians.[4] O livro foi adaptado por Craig Titley.

Existem várias diferenças fundamentais entre o filme e o material original. Por exemplo, o livro apresenta os semideuses principais, tendo doze anos cada, sendo que no filme, eles têm dezesseis. No filme, os principais vilões são Luke e Hades, ao contrário do livro, que apresenta Cronos (que não é sequer citado no filme) como o grande antagonista. Outra divergência entre a adaptação e o livro é que Annabeth Chase, no filme, é morena e possui olhos azuis, sendo que no livro, ela é loira e possui olhos cinzentos, assim como sua mãe, a deusa Atena. Além disso, no livro, Annabeth é apaixonada por Luke, e somente posteriormente, ela começa a se interessar por Percy (o que fica implícito no livro e explícito no filme). Estas duas últimas diferenças, foram as que mais degradaram os fãs da série literária, que no geral, desaprovaram a adaptação dirigida por Chris Columbus.[5]

Alguns personagens importantes do livro não foram incluídos na adaptação cinematográfica, como Thalia, filha de Zeus, que não é mencionada em nenhum momento no filme (a cena em que isto acontece foi cortada). Isto também acontece com o deus , o qual é procurado por todos os sátiros no livro, o deus Ares, que é um dos personagens principais do livro, tendo inclusive, uma cena em que tem uma luta com Percy Jackson, Clarisse La Rue, que é uma semideusa rival de Percy e uma das antagonistas do livro, e Cronos, que é o antagonista principal do livro, onde é dito que ele está destinado a ressurgir e destruir todos os olimpianos. Além desses importantes personagens que não foram ingressados no filme, foi retirado o Diretor do Acampamento Meio-Sangue, Dionísio - deus do vinho - que foi mandado para o local após flertar com uma Ninfa e terá que cumprir um século de trabalho, ajudando a manter o Acampamento em segurança.

O filme também retirou a famosa frase "você baba enquanto dorme".

Gtk-paste.svg Aviso: Terminam aqui as revelações sobre o enredo.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Produção[editar | editar código-fonte]

A 20th Century Fox adquiriu os direitos para adaptações cinematográficas da série literária em junho de 2004.[14] Em abril de 2007, Chris Columbus foi contratado para ser o diretor do projeto,[14] e as filmagens se iniciaram em abril de 2009, em Vancouver, no Canadá.[9] Estas, foram finalizadas em 25 de julho de 2009.

Em entrevista ao site estadunidense RollCredits, Columbus afirmou que o elenco do filme foi escolhido especificamente, pensando nas sequências, já que muitos dos personagens possuem papéis pequenos nesse filme, mas devem crescer nos próximos da série.[15]

Segundo o BoxOffice.com, orçamento total do filme foi de US$ 135 milhões, sendo destes, US$ 95 milhões para produção[2] e US$ 40 milhões para distribuição e divulgação.[1]

Recepção[editar | editar código-fonte]

Bilheteria[editar | editar código-fonte]

Nos Estados Unidos, o filme estreou em aproximadamente 4.200 salas de cinema,[16] e obteve a segunda maior bilheteria de seu final de semana de estreia, arrecadando US$ 38,8 milhões, atrás apenas de Valentine's Day.[17] [18] No final de semana seguinte, caiu para a posição #4, com uma arrecadação de US$ 15,3 milhões.[19] No total, nos cinemas norte-americanos, Percy Jackson arrecadou US$ 89,8 milhões.

No Brasil, estreou com a maior bilheteria do final de semana, atraindo cerca de 264 mil espectadores e arrecadando R$ 2,4 milhões.[20] No país, o filme obteve, no total, R$ 16 milhões de arrecadação e 2 milhões de expectadores, sendo o 16º filme mais assistido dos cinemas brasileiros em 2010.[21] Nos cinemas de Portugal e de Angola, Percy Jackson e os Ladrões do Olimpo acumulou US$ 415 mil.[21]

No total, em todo o mundo, Percy Jackson & The Olympians: The Lightning Thief arrecadou US$ 227,2 milhões, sendo a trigésima segunda maior bilheteria do ano de 2010.[22] [1]

Recepção da crítica[editar | editar código-fonte]

Percy Jackson & the Olympians: The Lightning Thief recebeu críticas mistas. O filme detém uma classificação de 49% no Rotten Tomatoes baseada em 141 comentários, com uma pontuação média de 5.3 em 10 (5.3 de 10 estrelas.Star full.svgStar full.svgStar full.svgStar full.svgStar half.svgStar empty.svgStar empty.svgStar empty.svgStar empty.svg). Segundo o site, o consenso é que "embora pareça ser apenas outra imitação de Harry Potter, Percy Jackson tem como vantagem um grande elenco de apoio, um enredo dinâmico e bastante diversão com a mitologia grega".[3] No Metacritic, que atribui uma pontuação de no máximo 100 para cada filme baseada em críticos de cinema, o filme possui uma pontuação de 47 em 100 (4.7 de 10 estrelas.Star full.svgStar full.svgStar full.svgStar half.svgStar empty.svgStar empty.svgStar empty.svgStar empty.svgStar empty.svg) (com críticas geralmente negativas para o filme) baseada em 31 críticas.[23]

Kenneth Turan, do Los Angeles Times, descreveu o filme como "produto padrão de Hollywood [...] sem inovações e desinteressante".[24] No Hollywood Reporter, Ethan Alter elogiou a escolha do elenco do filme, chamando Logan Lerman de "talentoso", mas afirmou que "Percy Jackson, no fim de contas, não tem as qualidades para se tornar o próximo Harry Potter.[25] No New York Daily News, Elizabeth Weitzman deu ao filme 3 estrelas (3 de 5 estrelas.Star full.svgStar full.svgStar empty.svgStar empty.svg), chamando-o de "adaptação energética", e afirmando que "os jovens são encantadores, suas aventuras tem ritmo acelerado e os efeitos são devidamente altos e explosivos".[26] Adam Markovitz, do Entertainment Weekly deu a O Ladrão de Raios uma nota "C+", enquanto Lou Lumenick escreveu no New York Post que o filme está "sempre no risco de se afogar em um oceano de efeitos não-tão-especiais", dando uma nota de 2 em 4 (2 de 4 estrelas.Star full.svgStar empty.svgStar empty.svg)[27] No Washington Post, Michael O'Sullivan disse que "Alexandra Daddario não se encaixou bem no papel de Annabeth" e que "o Percy interpretado por Logan Lerman é um garoto com um bom cabelo, mas sem vida interior compreensível", concluindo que "apenas Brandon T. Jackson consegue passar bem uma impressão de Grover". O crítico também citou a falta de personagens importantes no livro, como Ares e sua filha semideusa Clarisse. Deu a nota 2/4 para o filme (2 de 4 estrelas.Star full.svgStar empty.svgStar empty.svg).[28]

No site brasileiro Omelete, Marcelo Hessel destacou que o filme mistura elementos modernos com os antigos, acreditando que "Chris Columbus está tentando fazer de Percy Jackson um substituto para a franquia do bruxo [Harry Potter] - e falar a língua de seu público-alvo é essencial, por mais que isso deturpe a mitologia". Ele concluiu que "o filme tem vários defeitos circunstanciais, mas a fraqueza principal está na dramaticidade frouxa da relação deuses/mortais". (2 de 5 estrelas.Star full.svgStar empty.svgStar empty.svgStar empty.svg)[29] Heitor Augusto escreveu no Cineclick que as sequências de aventuras foram "bem filmadas", e que "mesmo com um roteiro ultra-conservador, dividido em três atos (apresentação dos personagens, desenvolvimento e conclusão), além dos pontos de virada que dão nova vida à trama, Percy Jackson e o Ladrão de Raios tem ritmo, habilidade em envolver e efeitos especiais que despertam a fantasia" (6 de 10 estrelas.Star full.svgStar full.svgStar full.svgStar full.svgStar full.svgStar empty.svgStar empty.svgStar empty.svgStar empty.svg).[30]

Recepção do público[editar | editar código-fonte]

O filme possui classificações médias e negativas do público em geral, obtidas através de votos feitos em sites especializados em cinema.

Site Classificação
Rotten Tomatoes 54/100 (240.000 opiniões)[3] (3.3 de 5 estrelas.Star full.svgStar full.svgStar half.svgStar empty.svg)
IMDb 5.8/10 (85.000 opiniões)[31] (6.5 de 10 estrelas.Star full.svgStar full.svgStar full.svgStar full.svgStar full.svgStar half.svgStar empty.svgStar empty.svgStar empty.svg)
Metacritic 5.2/10 (203 opiniões)[23] (5.2 de 10 estrelas.Star full.svgStar full.svgStar full.svgStar full.svgStar half.svgStar empty.svgStar empty.svgStar empty.svgStar empty.svg)
Média de classificação 55/100 (5.5 de 10 estrelas.Star full.svgStar full.svgStar full.svgStar full.svgStar half.svgStar empty.svgStar empty.svgStar empty.svgStar empty.svg)

Prêmios e nomeações[editar | editar código-fonte]

Prêmio Categoria Indicado(s) Resultado
MTV Movie Awards 2010[32] Ator Revelação Logan Lerman Nomeado
Melhor Luta Logan Lerman e Jake Abel Nomeados
Teen Choice Awards 2010[33] [34] Melhor Luta
Ator Revelação Logan Lerman Nomeado
Atriz Revelação Alexandra Daddario Nomeada
Melhor Atriz - Fantasia Rosario Dawson

Trilha sonora[editar | editar código-fonte]

A trilha sonora do filme — Percy Jackson & the Olympians: The Lightning Thief (Original Motion Picture Soundtrack) — foi lançada em 9 de fevereiro de 2010, três dias antes da estreia do filme nos cinemas estadunidenses. Esta trilha foi composta por Christophe Beck (conhecido por Buffy the Vampire Slayer). No total, são 19 músicas para o filme.

Seis outras músicas ("Highway to Hell", da banda AC/DC, "I'll Pretend", de Dwight Yoakam, "A Little Less Conversation", de Elvis Presley, "Poker Face", de Lady Gaga, "Mama Told Me (Not to Come)", da banda Three Dog Night, e "Tik Tok", de Kesha), foram tocadas durante o filme mas não foram incluídas no álbum.


Percy Jackson & the Olympians: The Lightning Thief
Trilha sonora de Andrew Lockington
Lançamento 9 de fevereiro de 2010
Gravação 2013
Gênero(s) Trilha sonora
Duração 59:07
Gravadora(s) ABKCO Records
Cronologia de Andrew Lockington
Último
Último
Percy Jackson: Sea of Monsters
Próximo
Próximo


N.º Título Duração
1. "Prelude"   2:29
2. "The Minotaur"   5:09
3. "Chiron"   2:02
4. "Victory"   1:32
5. "The Fury"   2:16
6. "Dyslexia"   1:02
7. "The Hydra"   6:54
8. "Medusa"   2:43
9. "Son of Poseidon"   1:57
10. "The Parthenon"   3:42
11. "Hollywood"   2:32
12. "Lost Souls"   2:35
13. "Fighting Luke, Pt. 1"   3:54
14. "Fighting Luke, Pt. 2"   2:47
15. "Hades"   2:47
16. "Mount Olympus"   1:27
17. "Poseidon"   3:07
18. "Homecoming"   3:06
19. "End Credits"   7:12

Sequência[editar | editar código-fonte]

A sequência de The Lightning Thief foi produzida pela 20th Century Fox e lançada em 7 de agosto de 2013. Para a sequela, foram mantidos o elenco principal (Logan Lerman, Alexandra Daddario, Brandon T. Jackson e Jake Abel) e Chris Columbus, o diretor do primeiro filme, será somente um dos produtores da sequência. A direção de Sea of Monsters é de Thor Freudenthal.

Referências

  1. a b c d e Percy Jackson & The Olympians: The Lightning Thief (em inglês) BoxOffice.com (18-05-2010). Visitado em 04-01-2014.
  2. a b Percy Jackson & The Olympians: The Lightning Thief (em inglês) Box Office Mojo (18-05-2010). Visitado em 04-01-2014.
  3. a b c Percy Jackson & the Olympians: The Lightning Thief (2010) (em inglês) Rotten Tomatoes. Visitado em 27-05-2010.
  4. a b Rick Riordan. The Lightning Thief. [S.l.]: Hyperion Book, 2005. ISBN 0786856297.
  5. Fãs veem salvação nos filmes mas pedem "Percy Jackson" mais fiel aos livros (em português) Portal iG (16-08-2013). Visitado em 03-06-2010.
  6. a b Siegel, Tatiana (02-03-2009). 'Percy Jackson' finds lead actors (em inglês) Variety. Visitado em 27-05-2010.
  7. A. Fernandez, Jay (18-03-2009). 'Lightning Thief' finds female lead (em inglês) The Hollywood Reporter. Visitado em 27-05-2010.
  8. Wigler, Josh (25-05-2010). Jake Abel Joins 'I Am Number Four' Cast (em inglês) MTV. Visitado em 27-05-2010.
  9. a b c d e Siegel, Tatiana (25-03-2010). Fox 2000 bulks up 'Percy Jackson' (em inglês) Variety. Visitado em 27-05-2010.
  10. Boucher, Geoff (13-02-2010). Kevin McKidd: From 'Grey's' to the deep blue sea (em inglês) Los Angeles Times. Visitado em 27-05-2010.
  11. a b Hewitt, Chris (07-05-2009). Dawson And Coogan Join Percy Jackson (em inglês) Empire. Visitado em 27-05-2010.
  12. Kit, Borys (15-04-2009). Catherine Keener joins 'Percy Jackson' film (em inglês) The Hollywood Reporter. Visitado em 27-05-2010.
  13. Joe Pantoliano Biography (em inglês) Yahoo!. Visitado em 27-05-2010.
  14. a b Brodesser, Claude (26-06-2004). 'Lightning Thief' strikes Maverick (em inglês) Variety (WebCite). Visitado em 27-05-2010. Cópia arquivada em 15-05-2009.
  15. Roberts, Sheila (08-02-2010). Percy Jackson and the Lightning Thief: Exclusive Interview! (em inglês) Rool Credits. Visitado em 27-05-2010.
  16. Gray, Brandon (16-02-2010). Weekend Report: ‘Valentine’s Day’ Massacres Presidents’ Day Record (em inglês) Box Office Mojo. Visitado em 27-05-2010.
  17. Wigler, Josh (16-02-2010). 'Valentine's Day' Is Moviegoers' First Love At Box Office (em inglês) MTV. Visitado em 27-05-2010.
  18. Marshall, Rick (16-02-2010). What Does The 'Percy Jackson' Opening Weekend Mean For Logan Lerman's 'Spider-Man' Chances? (em inglês) Splash Page MTV. Visitado em 20-05-2010.
  19. Wigler, Josh (22-02-2010). 'Shutter Island' Marks New Box-Office High For DiCaprio And Scorsese (em inglês) MTV. Visitado em 27-05-2010.
  20. Percy Jackson e o Ladrão de Raios lidera a bilheteria nacional no Carnaval (em português) Cineclick (18-02-2010). Visitado em 27-05-2010.
  21. a b Percy Jackson & The Olympians: The Lightning Thief - Foreign (em inglês) Box Office Mojo. Visitado em 27-05-2010.
  22. 2010 Worldwide Grosses (em inglês) Box Office Mojo. Visitado em 20-08-2010.
  23. a b Percy Jackson & The Olympians: The Lightning Thief (em inglês) Metacritic. Visitado em 20-05-2010.
  24. Turan, Kenneth (12-02-2010). Review: 'Percy Jackson & The Olympians: The Lightning Thief' (em inglês) Los Angeles Times. Visitado em 27-05-2010.
  25. Alter, Ethan (10-02-2010). Percy Jackson & the Olympians: The Lightning Thief -- Film Review (em inglês) The Hollywood Reporter. Visitado em 27-05-2010.
  26. Weitzman, Elizabeth (11-02-2010). Percy Jackson & the Olympians: The Lightning Thief (em inglês) New York Daily News. Visitado em 27-05-2010.
  27. Lumenick, Lou (12-02-2010). More myths than hits in 'Percy Jackson's' ungodly Greek stew (em inglês) New York Post. Visitado em 27-05-2010.
  28. O'Sullivan, Michael (12-02-2010). Percy Jackson & the Olympians: The Lightning Thief (em inglês) Washington Post. Visitado em 27-05-2010.
  29. Crítica: Percy Jackson e o Ladrão de Raios (em português) Omelete (11-02-2010). Visitado em 27-05-2010.
  30. Augusto, Heitor (08-02-2010). Percy Jackson e o Ladrão de Raios (em português) Cineclick. Visitado em 27-05-2010.
  31. Percy Jackson & the Olympians: The Lightning Thief (2010) IMDb. Visitado em 10 de agosto de 2013.
  32. Malkin, Marc (12-05-2010). MTV Movie Awards: When Twilight & Betty White Collide! (em inglês) E! online. Visitado em 27-05-2010.
  33. More Teen Choice Awards Nominations! (em inglês) Just Jared Jr. (29-06-2010). Visitado em 29-06-2010.
  34. Conheça os indicados ao Teen Choice Awards 2010 (em português) R7 (16-06-2010). Visitado em 30-06-2010.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Aviso: Exibir título "<i>Percy Jackson &#38; the Olympians: The Lightning Thief</i>" substituindo o título anteriormente em exibição "Percy Jackson &#38; the Olympians: The Lightning Thief".