Perdigoto

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Sneeze.JPG

Os perdigotos são gotículas contaminadas de saliva que são impelidas, geralmente através de um espirro, e que acabam por ser depositadas na conjuntiva, mucosa nasal, boca ou pele íntegra, produzindo colonização, podendo ser gerados ainda através da fala, tosse e na realização de procedimentos como aspiração e broncoscopia.[1] São fonte de propagação de moléstias, como tuberculose, bacterias staphylococcus, dentre outras.

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]