Periodonto

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Aspecto histológico do dente e seus tecidos de sustentação: Em A Dentina, em B Periodonto de proteção, em C Osso alveolar, e em D Fibras oblíquas e horizontais do ligamento periodontal

Em Odontologia, periodonto é nome dado a todos os tecidos envolvidos na fixação do dente ao osso (maxila ou mandíbula).

O conhecimento da arquitetura e da biologia do tecido normal é um pré-requisito para a compreensão do tecido doente. Divergências distintivas das características normais são considerações necessárias ao diagnóstico, e o conhecimento do estado normal é essencial para a definição das metas de tratamento.

O periodonto é uma estrutura dinâmica composta por tecidos que apoiam e envolvem o dente. Esses tecidos incluem a gengiva, o ligamento periodontal, o cemento e o osso alveolar. Os suprimentos vasculares e o nervoso dos tecidos também são vitais ao funcionamento normal dos tecidos periodontais.

A estrutura e função dos tecidos componentes do periodonto são mutuamente dependentes, seus processos de renovação e adaptação biológicos dinâmicos mantêm uma relação harmoniosa sob condições normais.

Composição[editar | editar código-fonte]

Gengiva[editar | editar código-fonte]

A gengiva cobre o processo alveolar e é o único dos tecidos periodontais, que sob condições saudáveis, é diretamente visível à inspeção. A gengiva saudável é cor-de-rosa pálido (salmão ou rosa coral), mas as variações são comuns dependendo da densidade e queratinização epitelial, vascularização e pigmentação.

Ligamento periodontal[editar | editar código-fonte]

O ligamento periodontal conecta o dente ao osso alveolar circunvizinho, e está consequentemente situado no estreito espaço entre esses dois.

Osso alveolar[editar | editar código-fonte]

Os processos alveolares são partes da maxila e da mandíbula que provêm a moradia para as raízes dos dentes. Estes processos são dependentes da presença de dentes; eles se desenvolvem de acordo com a formação e erupção dental, e estão sujeitos a atrofia se os dentes forem perdidos.

Cemento[editar | editar código-fonte]

O cemento cobre a raiz do dente, assegurando a sua estabilidade. Faz um junção com o esmalte dentário, sendo conhecida por junção amelocementária.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Odontologia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.