Pero

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita uma ou mais fontes fiáveis e independentes, mas ela(s) não cobre(m) todo o texto (desde Julho de 2011).
Por favor, melhore este artigo providenciando mais fontes fiáveis e independentes e inserindo-as em notas de rodapé ou no corpo do texto, conforme o livro de estilo.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.

Pero, na mitologia grega, foi uma filha de Neleu e Clóris, casada com Bias, e, segundo algumas versões, mãe de Talau.

Sua história é contada por Homero, no Livro XI da Odisseia.

Família[editar | editar código-fonte]

Seu pai, Neleu, era filho de Tiro e Posidão.1 Sua mãe, Clóris, era filha de Anfião 2 3 Níobe.3

Neleu e Clóris tiveram uma filha, Pero, e vários filhos: Taurus, Asterius, Pylaon, Deimachus, Eurybius, Epilaus, Phrasius, Eurymenes, Evagoras, Alastor, Nestor e Periclymenus.2 Quando Héracles atacou Pilos, Periclymenus transformou-se em leão, cobra e abelha, mas foi morto por Héracles, junto com os outros filhos de Neleu, exceto Nestor, que estava vivendo entre os generians.2

Casamento[editar | editar código-fonte]

Bias, seu pretendente, era parente de Neleu; ele era filho de Amythaon e Idomene, filha de Feres; Feres era filho de Tiro e Creteu.4

Como havia vários pretendentes a Pero, Neleu decidiu que ela se casaria com quem trouxesse para ele o gado de Phylacus, que era guardado por um cão que não deixava nem homem nem animal chegar perto. Bias pediu ajuda a seu irmão Melampo, que previu que seria pego ao tentar roubar o gado e seria mantido prisioneiro por um ano. De fato, isto aconteceu, e, próximo do final do período, Melampo ouviu os vermes que comiam a madeira falando que eles já tinham comido quase tudo; ele pediu para ser transferido de cela, e, quando a cela desabou, Phylacus ficou muito admirado dele. Percebendo que Melampo era um adivinho, Phylacus perguntou como seu filho, Iphyclus, poderia ter um filho. Melampo pediu, como preço, o gado, e, após haver feito Iphyclus ter um filho, Podarces, recebeu o gado, levou-o para Pilos e recebeu Pero para ser esposa de seu irmão.4

Melampo conseguiu, ao curar as mulheres de Argos de uma loucura causada por Dionísio, que o reino fosse dividido em três, recebendo uma parte para si e outra para Bias.4

Descendentes[editar | editar código-fonte]

Pero e Bias foram os pais de Talau, que se casou com Lisímaca, filha de Abas, filho de Melampo, e teve vários filhos, Adrasto, Partenopeu, Pronax, Mecisteu, Aristômaco e Erifila.5

O casal também teve outros filhos, Areius e Leodocus. Os três irmãos, Talau, Areius e Leodocus, foram argonautas.6

Referências

Árvore genealógica incompleta baseada em Pseudo-Apolodoro:

Posidão
 
 
 
Tiro
 
Anfião
 
 
 
Níobe
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Neleu
 
 
 
 
 
 
Clóris
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
9 outros filhos
 
Alastor
 
Nestor
 
Periclímeno
 
Pero
 
Ícone de esboço Este artigo sobre mitologia grega é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.