Perseu da Macedónia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde Janeiro de 2013).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Imagem do rei Perseu da Macedónia em uma antiga moeda

Perseus (Grego Περσεύς) foi o último rei da dinastia antigônida. Foi o último de sua linhagem, que começou após a morte de Alexandre, o Grande e terminou com a Batalha de Pidna (168 a.C., quando a Macedónia tornou-se parte do Império Romano.

Em 179 a.C., Filipe V da Macedónia morreu. No ano anterior, executou seu filho Demétrio, a mando de Perseu, que o acusava de pretender usurpar o trono. No poder, Perseu renovou o tratado com Roma, mas suas próximas ações começavam a preocupar a República Romana.

Logo os dois lados entraram em conflito na Terceira Guerra Macedónica (171-168 a.C.). Perseu, por fim, se rendeu ao general romano Lúcio Emílio Paulo Macedónico após sua derrota definitiva na Batalha de Pidna e da prisão de seu meio-irmão Filipo em Roma. O reino da dinastia antigônida estava dissolvido e substituído por quatro repúblicas, até que a região se tornasse a Província Romana da Macedónia.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Precedido por
Filipe V
Rei da Macedónia
179 a.C. - 168 a.C.
Sucedido por
Fim do reino (houve uma tentativa por Adrisco de restaurar o reino)
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Perseu da Macedónia


Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.