Peshmerga

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Peshmerga
Flag of Kurdistan.svg
Bandeira do Curdistão, que a Peshmerga usa como emblema
Criação 2003
Logística
Efetivo 200.000
Comando
Comandantes
notáveis
Simko Shikak
Mahmud Barzanji
Shaikh Said Piran
Ahmed Barzani
Ferzende
Mustafa Barzani
Qazi Muhammad
Massoud Barzani
İhsan Nuri Pasha
Jalal Talabani
Murat Karayilan
Mama Risha
Mahmoud Othman
Idris Barzani
Abdullah Ocalan

Peshmerga ou Peshmerge (Curdo: Pêşmerge ou پێشمه‌رگه ‌‌) em um termo utilizado pelos curdos para se referir a curdos armados. Literalmente significando "aqueles que enfrentam a morte" (Pesh enfrentar + marg morte)1 as forças Peshmerga de Curdistão já existem desde o advento dos movimentos de independência curda em 1920, após o colapso do Império Otomano e Qajar, que tinham governado em conjunto sobre a área. forças Peshmerga incluem as mulheres nas suas fileiras.1 2

História[editar | editar código-fonte]

Durante grande parte do final dos anos 1900, Peshmerga muitas vezes entrou em conflito com as forças iraquianas, usando táticas de guerrilha contra eles. Muitos destes Peshmerga eram liderados por Mustafa Barzani do Partido Democrático do Curdistão, enquanto outros estavam sob o comando de União Patriótica do Curdistão liderados por Jalal Talabani.3 Depois da morte de Mustafa Barzani, seu filho Masoud Barzani tomou a sua posição. A maior parte dos esforços da Peshmerga eram para manter a região sob o controle do partido específico e para combater eventuais incursões pela Guarda Republicana Iraquiana. Após a Primeira Guerra do Golfo, o Curdistão iraquiano caiu em um estado de guerra civil entre os dois principais partidos curdos do KDP eo PUK, e suas forças de Peshmerga foram usadas ​​para lutar entre si.

As raízes da Peshmerga (1890-1958)[editar | editar código-fonte]

Forças curdas na Primeira Guerra Mundial (1914-1918)[editar | editar código-fonte]

Quando o Império Otomano lutava para permanecer junto durante a Primeira Guerra Mundial, convidou os curdos para complementarem o exército turco.

Entre todas as unidades de curdos estavam o XI Exército, com sede em Elazığ, e o XII Exército, com sede em Mosul. Os curdos também eram compostos por uma maioria dos IX e X Exércitos, e forneceram tropas suficientes para muitas unidades de fronteira, e 135 esquadrões de cavalaria de reserva. Estas forças, com sua experiência e conhecimento do terreno, foram contributivas no combate às ameaças ao Império Otomano Oriental.

Referências

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre tópicos militares é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.