Peste de Atenas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Peste de Atenas
Febre tifoide: A bactéria que causa a tifo
Classificação e recursos externos
CID-10 A01.0
CID-9 002
eMedicine ped/
Star of life caution.svg Aviso médico

Peste de Atenas ou Peste do Egito foi uma epidemia que ocorreu pela primeira vez em 430 a.C. em Atenas.

O primeiro registro encontrado na modernidade foi de Tucídides[1] [2] no seu "livro" História da Guerra do Peloponeso.

Tucídides descreveu a doença que atingiu a polis Atenas primeiramente entre 430 a 429 a.C. e depois em 427 a.C. durante o cerco das tropas espartanas, que no relato de Tucídides, matou durante os três anos 4.400 hoplitas e 300 cavaleiros[1] [2] , equivalendo, aproximadamente, de um quarto a um terço das tropas, e a mesma proporção de mortes para o restante da população.[3]

A epidemia originou-se na Etiópia, alcançando o porto de Pireu em 430 a.C. e rapidamente espalhou-se pela população de Atenas, que durante o cerco espartano, estava confinada em péssimas condições atrás das muralhas[3] .

Muralha ligando o porto de Pireu e Atenas

Apesar de Tucídides descrever os sintomas da doença, os patólogos especulavam entre peste bubônica, tifo, varíola ou gripe[3] . Quando em janeiro de 2006, pesquisadores da Universidade de Atenas analisaram dentes recuperados de uma sepultura coletiva debaixo da cidade e confirmaram a presença de bactérias da febre tifóide[3] .[4]

Péricles, lider ateniense, evitou o confronte com as tropas espartanas, abrigando-se dentro das muralhas de Atenas-Pireu. A epidemia debilitou Atenas, levando a morte de Péricles em 429 a.C.[1] , matando um grande parte da população e das tropas abrigadas em Atenas-Pireu, afetando o moral dos aliados atenienses, e provocando rebeliões contra Atenas[3] .

Referência bibliográfica[editar | editar código-fonte]

  1. a b c Tucídides. História da Guerra do Peloponeso, Livro II, Cap do 48 até 54. Atenas: 430-400 a.C.
  2. a b Tucídides. História da Guerra do Peloponeso, Livro III, Cap 87. Atenas: 430-400 a.C..
  3. a b c d e CEP (2010). Anexo: ano de 430 a.C. in História, Vol 1. 2.a ed. São Paulo: editora Instituto.
  4. UJVARI, Stefan Cunha (2008). A história da humanidade contada pelos vírus. São Paulo: editora Contexto. (ISBN 8572444130)