Pete Maravich

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Peter Press Maravich (22 de Junho de 19475 de Janeiro de 1988), apelidado de "Pistol Pete", foi um jogador de basquete americano. Nasceu em Aliquippa, Pensilvânia. Ficou no Universidade do Estado da Luisiana por 4 anos tendo médias que variam de 43.6 a 44.5 pontos por jogo, totalizando 3667 pontos na NCAA, recorde de pontos da história da liga universitária.

Jogou na NBA, após ser recrutado pelo Atlanta Hawks na 3ª posição do 1º round do Draft de 1970. Jogou pelo Hawks até 1974, quando foi trocado para New Orleans Jazz que estrearia na temporada 1974/75. Ficou em New Orleans até 1979, ano em que acabou indo para o Boston Celtics jogar sua última temporada na NBA. Marcando 15,948 pontos, média de 24.2 por jogo e 3,563 assistências. Seu recorde de pontos em um jogo é de 68, feitos no dia 25 de fevereiro de 1977, contra o New York Knicks.

Maravich encerrou sua carreira após dez anos de NBA em 1980 e passou a se dedicar ao Ioga, ao Hinduísmo e à Ufologia. Também experimentou o vegetarianismo e a dieta macrobiótica.

Em 1987, tornou-se o mais novo jogador a ser conduzido ao Hall da Fama. Em 1996, foi reconhecido como um dos 50 maiores jogadores da história da NBA. Seus filhos e sua viúva aceitaram a honra em seu lugar.

Pistol Pete Maravich disputava um jogo três contra três na Igreja de Nazarene em Pasadena, Califórnia, em 5 de janeiro de 1988 e enfartou fatalmente no meio da partida, aos 40 anos, vítima de uma doença cardíaca congênita: ele não possuía a artéria coronária esquerda.

O Pistol Desconhecido[editar | editar código-fonte]

Quando Pete Maravich, deixou de jogar, ele quase enlouqueceu e encontrando em Jesus Cristo um novo motivo para viver. Começou a compartilhar com todos sobre o que Jesus tinha feito em sua sua vida, participando de encontros e sempre que tinha uma oportunidade em jornais (na parte esportiva) pregava a mudança feita por Deus em sua vida.

Prêmios e honras[editar | editar código-fonte]

  • Time dos novatos(1971)
  • All-Star (1973, 1974, 1977, 1978 e 1979)
  • Primeiro time da NBA (1973 e 1977)
  • Segundo time da NBA (1976 e 1978)
  • Cestinha da temporada da NBA (1976-77)
  • Top 16 em média de pontos da história da NBA (24.2)
  • camisa #7 retirada pelo Utah Jazz e pelo New Orleans Hornets.
  • Selecionado pelo time do aniversário de 50 anos da NBA (1996).

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Basketball pictogram.svg Este artigo sobre um(a) basquetebolista, integrado ao Projeto Basquetebol, é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.