Peter Phillips

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Peter Mark Andrew Philips)
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta biografia de uma pessoa viva não cita as suas fontes ou referências, o que compromete sua credibilidade. (desde junho de 2012)
Ajude a melhorar este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes. Material controverso sobre pessoas vivas sem apoio de fontes fiáveis e verificáveis deve ser imediatamente removido, especialmente se for de natureza difamatória.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Peter Phillips
Princesa Anne e Peter Phillips
Nome completo Peter Mark Andrew Phillips
Nascimento 15 de Novembro de 1977 (36 anos)
Londres, Inglaterra
Parentesco Família Real Britânica
Cônjuge Autumn Kelly

Peter Mark Andrew Phillips (Londres, 15 de novembro de 1977) é o neto mais velho da rainha Isabel II do Reino Unido e do Duque de Edimburgo. Atualmente, mesmo sendo considerado um plebeu, ele é o décimo segundo na linha de sucessão ao trono britânico. Ao nascer, era o quinto na linha, permanecendo assim até o nascimento de seu primo, o príncipe Guilherme, em 1982.

Peter Phillips não tem um título de cortesia nem deveres reais e trabalhou, durante muitos anos, no Royal Bank of Scotland, na Escócia.

Nascimento[editar | editar código-fonte]

Peter Phillips nasceu no Hospital de St. Mary, em Paddington, em Londres, às 10:46. Seu pai é Mark Phillips, um ex-capitão do regimento de cavalaria 1st The Queen's Dragoon Guards. Sua mãe é a princesa Ana, a única filha da rainha Elizabeth II e do príncipe Filipe.

Peter foi batizado em 22 de dezembro de 1977, pelo então arcebispo da Cantuária, Donald Coggan, no Salão de Música do Palácio de Buckingham. Seus padrinhos foram: o príncipe Charles (seu tio materno), Geoffrey Tiarks, o capitão Hamish Lochare, Lady Cecil Cameron de Lochiel e a Sra. Timothy Holderness-Roddam.

Ele tem um irmã menor, Zara Phillips, e duas meias-irmãs, Felicity Tonkin (nascida em 1985, na Nova Zelândia), que é fruto do relacionamento de seu pai com sua ex-amante, e Stephanie Phillips (nascida em 1997), que é filha de seu pai com sua segunda esposa, Sandy Pflueger.

Foram disparados tiros da Torre de Londres para saudar o bebê. Por sua vez, a família de seu pai comemorou o nascimento de Peter numa igreja em Great Somerford, em Wiltshire.

Educação[editar | editar código-fonte]

Peter foi primeiramente matriculado na Escola Preparatória de Port Regis, em Shaftesbury, Dorset. Depois, Phillips foi para Gordonstoun, na Escócia, onde seu avô, o príncipe Filipe, e todos os seus tios maternos estudaram. Peter foi monitor em Gordonstoun. Participou de todos os times de rugby dessas escolas.

Vida pós-universitária[editar | editar código-fonte]

Terminada sua educação secundária, Peter foi para a Universidade de Exeter, graduando-se em Ciências do Esporte. Após sua graduação em 2000, Peter trabalhou para times de corrida de Fórmula 1, Jaguar Racing e WilliamsF1. Em setembro de 2005, ele começou a trabalhar no Royal Bank of Scotland, em Gogarburn, Edimburgo.

Raramente fotografado em público, diferentemente de sua irmã, Peter não tem deveres ou compromissos reais, mas algumas vezes acompanha a família real britânica em eventos. Ele namorou Elizabeth Lorio, uma herdeira americana, por dois anos e, em 2001, viveram juntos por oito meses. Depois teve um relacionamento com Tara Swain, uma comissária de bordo, que durou quatro meses.

Noivado e casamento[editar | editar código-fonte]

O Brasão de armas de Peter Phillips herdado de seu pai Mark Phillips.

Em 2003, ele conheceu Autumn Kelly, uma consultora de administração canadense, durante o Grande Prêmio do Canadá, em Montreal. Eles viveram juntos em uma cabana dentro da propriedade de Gatcombe Park, em Gloucestershire. O noivado entre eles foi anunciado em 28 de julho de 2007.

Em 3 de agosto de 2007, a imprensa britânica relatou que Autumn era católica, depois que o jornal The Tablet evidenciou seu batismo. De acordo com o Ato de Estabelecimento de 1701, se Peter Phillips desposasse uma católica, perderia seu lugar na linha de sucessão ao trono. Porém, no dia 30 de abril de 2008, foi anunciado que Kelly converteu-se à Igreja da Inglaterra.

Peter Phillips, o neto mais velho da rainha Elizabeth II, se casou com a canadense Autumn Kelly. Ele foi o primeiro dos netos da monarca britânica a se casar, em 17 de maio de 2008, na Capela de St. George, no Castelo de Windsor, e a cerimônia foi conduzida pelo deão de Windsor, David Conner. Pouco antes do casamento, Peter e Kelly causaram polêmica ao aceitarem uma entrevista com a revista Hello!, em troca de 500 mil libras esterlinas.

Descendência[editar | editar código-fonte]

Peter tem duas filhas, Savannah Phillips, nascida em 28 de dezembro de 2010 e Isla, nascida em 30 de Março de 2012, fruto de seu casamento com Autumn Kelly.

Savannah foi a primeira bisneta da Rainha Elizabeth II.

Ver também[editar | editar código-fonte]


Precedido por
Ana, Princesa Real
Linha de sucessão ao trono britânico
12º
Sucedido por
Savannah Phillips