Philippe Buonarroti

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Philippe Buonarroti

Filippo Giuseppe Maria Ludovico Buonarroti, mais conhecido como Philippe Buonarroti (Pisa, 11 de novembro de 1761 - Paris, 16 de setembro de 1837), foi um revolucionário e teórico socialista italiano radicado na França.

Nascido no seio de uma notória família italiana, Buonarroti teve como antepassado o grande escultor Michelangelo. Estudou Jurisprudência na Universidade de Pisa e rapidamente atingiu um dos mais altos postos administrativos de sua cidade, mas demitiu-se depois que a Revolução Francesa estalou. Dirigiu-se, então, à Córsega onde permaneceu de 1790 a 1793, tendo se tornado amigo do jovem Napoleão Bonaparte.

Logo depois, instalou-se em Paris, onde fundou o Clube do Panteon , do qual se tornou Presidente, que em 1796 já contava com 17.000 membros, muitos dos quais pertencentes a Guarnição de Paris. Tomou participação ativa na Conjuração dos Iguais e, com o fracasso do movimento, ficou preso até 1807.

Liberto, morou por alguns anos no Sudoeste da França onde esteve em contato com revolucionários italianos, tornou-se carbonário e participou da agitação nacionalista e liberal italiana.

Transferiu-se para a Suíça e em seguida novamente para Paris, depois da Revolução de Julho. Após uma tentativa de expulsão por parte da polícia assumiu o pseudônimo de Raymond.

Faleceu na capital francesa em 1837.

Obras[editar | editar código-fonte]

  • Histoire des sociétés secrètes de l'armée 1815
  • Conspiration des égaux 1828
  • Conspiration pour l'Egalité dite de Babeuf, suivie du procès auquel elle donna lieu 1828

Referências[editar | editar código-fonte]

  • Beer, Max. História do Socialismo e das Lutas Sociais (Tradução de Horácio Mello). Rio de Janeiro, Editorial Calvino Limitada,1944.
  • Philippe Buonarroti, traduzido para o inglês por James Bronterre O'Brien, Babeuf's conspiracy for equality, Hetherington (1836 - first English edition); Kelly (1965) hardcover, 454 pages