Phyllomedusa centralis

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Como ler uma caixa taxonómicaPhyllomedusa centralis'
Taxocaixa sem imagem
Estado de conservação
Status none DD.svgDados insuficientes
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Amphibia
Ordem: Anura
Família: Hylidae
Género: Phyllomedusa
Espécie: P. centralis
Nome binomial
Phyllomedusa centralis
Bokermann, 1965
Distribuição geográfica
Brasil

Phyllomedusa centralis é uma espécie de anfíbio da família Hylidae. É endêmica do Brasil[1] . Os seus habitats naturais são: savanas húmidas, regiões subtropicais ou tropicais matagal húmido e rios. Está ameaçada por perda de habitat.[2]

Algumas caracteríticas da Phyllomedusa centralis são descritas com base em indivíduos da localidade-tipo, Chapada dos Guimarães, Estado de Mato Grosso, Brasil.Os girinos dessa perereca tem um abdômen opaco, bainha maxilar superior medial superior, e uma abundância de papilas disco oral caracterizar o girino de P. centralis. Phyllomedusa centralis, Phyllomedusa ayeaye, Phyllomedusa oreades e Phyllomedusa megacephala são semelhantes em que habitam pequenos riachos, as larvas com medial alta bainhas superiores mandíbulas, espiráculo abertura livre de corpo, e uma barbatana ventral cerca de três vezes mais profundo do que a nadadeira dorsal.[3] O repertório vocal de P. centralis é constituída por três diferentes chamadas ("chamada única", "chamada composta" e "chamada resposta"). Estas chamadas são diferentes de outras espécies do grupo hypochondrialis por sua baixa freqüência dominante, duração da nota curta e larga com faixa de freqüência mínima (fundamental) e as freqüências máxima coincidente com a freqüência dominante.[4] [5]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Wikispecies
O Wikispecies tem informações sobre: Phyllomedusa centralis

Referências

  1. http://mapservices.iucnredlist.org/IUCN/mapper/index.html?ID_NO=55846
  2. Caramaschi, U., Colli, G. & Silvano, D. 2004. Phyllomedusa centralis. 2006 IUCN Red List of Threatened Species. Downloaded on 21 July 2007.
  3. Araújo, C. O., T. H. Condez, and C. F. B. Haddad. 2007. Amphibia, Anura, Phyllomedusa ayeaye (B. Lutz, 1966): Distribution extension, new state record, and geographic distribution map. Checklist, 3:156–158.
  4. uimarães, L. D., L. P. Lima, R. F. Juliano, and R. P. Bastos. 2001. Vocalizações de espécies de anuros (Amphibia) no Brasil Central. Boletim Museu. Nacional, 474:1–14.
  5. Bokermann, W. C. A. 1965. Três novos batráquios da região central de Mato Grosso, Brasil (Amphibia, Salientia). Revista Brasileira de Biologia, 25:257–264.
Ícone de esboço Este artigo sobre anfíbios é um esboço relacionado ao Projeto Anfíbios e Répteis. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.