Piaba

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Como ler uma caixa taxonómicaPiaba
Leporinus obtusidens

Leporinus obtusidens
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Subfilo: Vertebrata
Classe: Actinopterygii
Ordem: Characiformes
Commons
O Commons possui imagens e outros ficheiros sobre Piaba
Commons
O Commons possui imagens e outros ficheiros sobre Piaba
Wikispecies
O Wikispecies tem informações sobre: Piaba
Wikispecies
O Wikispecies tem informações sobre: Piaba

Piaba, piava, piau e aracu são termos sinônimos que designam vários tipos de peixes encontrados nos rios do Brasil. Podem se referir aos representantes dos gêneros Leporinus Spix (es) e Schizodon Agass. (en), bem como aos lambaris, entre outros[1] .

Etimologia[editar | editar código-fonte]

"Piaba" e "piava" procedem do termo tupi pi'awa, que significa "pele manchada"[2] . "Piau" procede do termo tupi pi'au, "pele manchada"[3] . "Aracu" procede do termo tupi ara'ku[4] .

Características[editar | editar código-fonte]

Uma das espécies conhecidas sob o nome de piaba, a piaba de três pintas (Leporinus frederici Bloch), pode atingir até quarenta centímetros de comprimento e 1,3 quilogramas de peso. É um peixe de cor brilhante, prateada. A boca é pequena, porém possui dentes fortes e capazes de arrebentar anzóis fracos. Costuma nadar muito em busca de comida. Suas preferências são por vegetais, larvas de insetos, além de pequenos peixes. [5]

Anualmente, as piabas vermelhas (Leporinus copelandii Steindachner) efetuam uma migração em direção à nascente para reprodução e, depois, retornam rio abaixo. [6]

Pode-se encontrar as piavas em canais de rios e em cachoeiras. É um peixe que gosta de água corrente e límpida. No Sudeste brasileiro, os rios Mojiguaçu (Minas Gerais) e Jacaré-guaçu (São Paulo) ficaram famosos como locais de pesca de piabas.

Esta passagem carece de fontes

Referências

  1. FERREIRA, A. B. H. Novo dicionário da língua portuguesa. Segunda edição. Rio de Janeiro. Nova Fronteira. 1986. p. 1 323.
  2. FERREIRA, A. B. H. Novo dicionário da língua portuguesa. Segunda edição. Rio de Janeiro. Nova Fronteira. 1986. p. 1 323, 1 324.
  3. FERREIRA, A. B. H. Novo dicionário da língua portuguesa. Segunda edição. Rio de Janeiro. Nova Fronteira. 1986. p. 1 324.
  4. FERREIRA, A. B. H. Novo dicionário da língua portuguesa. Segunda edição. Rio de Janeiro. Nova Fronteira. 1986. p. 153.
  5. Instituto de Pesca, Santos, SP
  6. Biologia da piava, Hitoshi Nomura

Ligações Externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre peixes é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.