Piast

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Piast.PNG

Piast (c. 840870), também Piast Kołodziej (em polonês: Kołodziej, significando "pessoa que faz ou conserta rodas ou veículos de rodas") é uma figura lendária da pré-história da Polônia (século VIII ou IX), fundador da dinastia Piast que governaria durante o período inicial do Reino da Polônia.

Segundo a alegórica Crônica polonesa, ele em certa ocasião foi surpreendido com a chegada inesperada em sua casa de dois estrangeiros. Eles pediram se podiam ficar com Piast e sua família a fim de comemorarem o sétimo aniversário do filho de Piast, Siemowit. Piast deixou-os entrar e convidou-os para a festa. Em retribuição por sua hospitalidade, os convidados fizeram uma bênção especial, que assegurava que na casa dos Piast nunca iria faltar comida. Vendo esta bênção, os compatriotas de Piast decidiram que ele seria seu novo príncipe, uma vez que o atual príncipe Popiel estava desaparecido. Piast tornou-se o novo líder do país. Acredita-se também ser ele o trisavô de Miecislau I, o primeiro governante da Polônia e pai do primeiro rei polonês, Boleslau I.

O genitivo plural do nome 'Kołodziej' é 'Kołodziejów', que alegoricamente (embora gramaticalmente incorreto) significa 'roda do tempo'. A forma genitiva do nome Piast é 'Piasta', ou 'o eixo da roda'.

A história da Dinastia Piast começou a se desenvolver logo após o historiador Adam Naruszewicz (1733-1796) ter usado pela primeira vez o termo Dinastia Piast para os primeiros governantes dos Polanos. Certo número de governantes que controlaram seus ducados na Silésia, como o último Piast Jorge IV Guilherme de Legnica, duque de Legnica e Brzeg, que morreu em 1675, já tinha começado a usar o nome Piast.