Pico Lenine

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Pico Lenine (Pico Avicena / Ibn Sina)
O Pico Avicena visto da rota Irkeshtam - Sary Tash (Tajiquistão)
Pico Lenine (Pico Avicena / Ibn Sina) está localizado em: Tajiquistão
Pico Lenine (Pico Avicena / Ibn Sina)
Pico Lenine (Avicena), Tajiquistão/Quirguistão
Coordenadas 39° 20' 33" N 72° 52' 39" E
Altitude 7 134 m (23406 pés)
Proeminência 2790 m
Listas Ultra
Localização fronteira Tajiquistão /  Quirguistão
Cordilheira Pamir
Primeira ascensão 1928 por Karl Wien, Eugene Allwein e Erwin Schneider
Rota mais fácil escalada sobre neve/gelo

O Pico Avicena, Pico Ibn Sina ou Pico Lenine (em quirguiz: Ленин Чокусу, em russo: Пик Ленина; em tajique: қуллаи Ленин, redesignado қуллаи Абӯалӣ ибни Сино em julho de 2006[1] ) (designado Monte Kaufman até 1928), é, com 7134 m de altitude, a mais alta montanha da subcordilheira Trans-Alay na Ásia Central, e o segundo mais alto das montanhas Pamir, ficando apenas abaixo do pico Ismail Samani (7 495 m).

Fica na região de Gorno-Badakhshan, sobre a fronteira entre Tajiquistão e Quirguistão, sendo o segundo mais elevado em cada um destes países. Também se lhe chama "Achiktash". Foi descoberto em 1871 e recebeu o nome em homenagem a Konstantin von Kaufman, o primeiro governador-geral do Turquestão Russo.

É considerado o pico de mais fácil escalada acima dos 7000 m e tem, por grande margem, a maior quantidade de subidas de qualquer montanha acima dos 7000 m, pois todos os anos centenas de montanhistas escalam até ao cimo.[2] Foi tido como o ponto mais alto das montanhas Pamir no Tajiquistão até 1933, quando o pico Ismail Samani (chamado Pico Stalin à época) foi escalado, tendo-se descoberto que era 300 m mais alto. Há mais duas montanhas da cordilheira Pamir, Kongur Tagh (7649 m) e Muztagh Ata (7546 m), que são mais altas.

É um dos picos cuja escalada faz parte do Prémio Leopardo das Neves.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências