Pierre Falcone

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ambox important.svg
Foram assinalados vários aspectos a serem melhorados nesta página ou secção:
Pierre Falcone no local de construção em Kilamba Kiaxi, março de 2012

.

Pierre Falcone (nascido a 19 de Março de 1954 em Argel) é um empresário francês, Presidente do Pierson Capital Group, com atividade em desenvolvimento imobiliário, infrastruturas de transporte e serviços petrolíferos em África, na América Latina e na China.

Origens, estudos, família[editar | editar código-fonte]

Pierre Falcone é filho de Pierre Sr Falcone, um empresário francês que criou a Papa Falcone, uma empresa totalmente integrada na indústria de peixe na Argélia[1] . Tendo nascido na Argélia, Pierre Falcone e os seus pais foram viver para França quando ele tinha oito anos de idade. Os pais saíram da Argélia juntamente com outros cidadãos franceses quando o país optou pela independência, em 1962 (Independência da Argélia). Pierre Falcone estudou Direito e Economia na Universidade de Aix-en-Provence (França), entre 1973 e 1975.

Carreira internacional[editar | editar código-fonte]

América Latina[editar | editar código-fonte]

Quando chegou ao Brasil, em 1977, com 23 anos, Pierre Falcone rapidamente iniciou a sua atividade comercial em produtos agrícolas. Ao longo dos anos seguintes, desenvolveu uma vasta carteira de clientes e parceiros por toda a América do Sul, o que o levou constituir-se como representante de várias empresas francesas e chinesas em países como o Brasil ou o México.

China[editar | editar código-fonte]

Pierre Falcone viajou para a China em 1988, onde viria mais tarde a instalar a sede da sua empresa Pierson Capital Asia[1] . Pierre Falcone iniciou as suas operações com a China em serviços de consultoria para empresas europeias líderes que procuraram estabelecer-se na China. Negociou a primeira licença de seguro concedida pela China a uma companhia ocidental, a gigante francesa AXA, bem como a intervenção da Aerospatiale na construção do primeiro satélite de comunicações chinês.

África[editar | editar código-fonte]

Pierre Falcone tem participado em vários projetos de grande envergadura em todo o continente. Em 1993, o governo de Angola enfrentava um movimento de guerrilha apoiado pela África do Sul, denominado UNITA. A UNITA era à época considerada uma organização terrorista, de acordo com o Conselho de Segurança das Nações Unidas. Pierre Falcone conseguiu negociar o financiamento do governo legítimo de Angola, então vítima de ataque. Este financiamento foi alcançado através da futura produção de petróleo de Angola. A intervenção de Pierre Falcone contribuiu para impedir a queda do governo de Angola[2] .

Pierson Capital Group[editar | editar código-fonte]

O grupo de Pierre Falcone investe em hotéis, desenvolvimentos imobiliários, projetos agrícolas e agro-industriais, petróleo, gás e sistemas de autenticação pessoal. Os principais projetos do Pierson Capital Group - incluem:

O Pierson Capital Group tem mais de 2600 funcionários e três sedes principais em Pequim (China), Luanda (Angola) e Cidade do México (México).

Vida privada[editar | editar código-fonte]

Pierre Falcone é casado com a antiga Miss Bolívia e artista Sonia Falcone[4] , com quem tem três filhos.

Referências

  1. a b (en) Shai Oster and David Gauthier-Villars, The French Connection’s China Connection, WSJ, 29 de Outubro, 2009
  2. Eduardo dos Santos recebeu Pierre Falcone, Sol, 17 de Maio, 2011
  3. Cidade feita por chineses em Luanda tem tudo, menos pessoas, Publico, 5 de Julho, 2012
  4. (en) Eric Deville, Sonia Falcone's Opening Causes a Sensation in Monaco, Digital Journal, 18 de Junho, 2012