Pierre des Près

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Pierre des Près
Cardeal da Santa Igreja Romana
Deão do Sagrado Colégio dos Cardeais
Vice-Chanceler da Santa Igreja Romana

Título

Cardeal-bispo de Palestrina
Ordenação e nomeação
Ordenação episcopal 10 de maio de 1318
Nomeado arcebispo 11 de setembro de 1318
Cardinalato
Criação 20 de dezembro de 1320, pelo Papa João XXII
Brasão
CardinalCoA PioM.svg
Dados pessoais
Nascimento Reino de França Montpezat-de-Quercy
1280[1]
Morte Reino de França Avinhão
16 de maio de 1361 (81 anos)
Cardeais
Categoria:Hierarquia católica
Projeto Catolicismo

Pierre des Près (1280 - 16 de maio de 1361) foi um cardeal francês, Deão do Sagrado Colégio dos Cardeais e Vice-Chanceler da Santa Igreja Romana.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Nascido em Montpezat, diocese de Cahors, na França, era filho de Raimond II des Prés, seigneur de Montpezat, e Aspasie de Montaigut. Seu sobrenome também é listado como de Pratis, del Prato, Després e Prez[1] . Obteve um doutorado em direito civil na Universidade de Toulouse[1] .

Torna-se professor de Direito na Universidade de Toulouse. Depois, é nomeado Reitor de Clermont. Auditor das causas do Palácio Apostólico de 1316 e, como tal, ele interveio no processo Géraud de Hugues, bispo de Cahors[1] .

Eleito bispo de Riez, em 31 de março de 1318, sendo consagrado em 7 de maio, por Niccolò Alberti, O.P., bispo de Ostia e Velletri[1] . Promovido a sé metropolitana da Aix, em 11 de setembro de 1318, ocupou a Sé até sua promoção ao cardinalato.[1] .

Foi criado cardeal-presbítero no consistório de 20 de dezembro de 1320, recebendo o título de Santa Pudenciana em 28 de fevereiro de 1321[1] . Passou para a ordem dos cardeais-bispos e assume a sé suburbicária de Palestrina em 25 de maio de 1323. É nomeado Vice-chanceler da Santa Igreja Romana a partir de abril de 1325. Em 1329, ele foi acusado de reformar os estatutos da Universidade de Toulouse[1] . É nomeado Decano do Colégio dos Cardeais, em junho de 1336. Nomeado legado diante do rei Filipe V da França e do rei Eduardo III de Inglaterra em 1342 para negociar a paz entre eles, foi capaz de organizar uma trégua em Malestroit em 19 de janeiro de 1343[1] . Construiu a igreja colegiada de Saint Pierre em Avignon[1] .

Morreu em 16 de maio de 1361[2] , de peste, em idade avançada, em Avinhão. Foi enterrado em 13 de junho de 1362, no túmulo que ele havia construído na igreja de Saint-Marin em Montpezat, onde ele havia fundado um capítulo colegiado.

Conclaves[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c d e f g h i j The Cardinals of the Holy Roman Church (em inglês)
  2. "Essai de liste générale des cardinaux. Les cardinaux du XIVè siècle jusqu'au Grand Schisme". Annuaire Pontifical Catholique 1930, 144; and Eubel, Hierarchia Catholica Medii Aevi, I, 15 and 37.
Precedido por
Gaillard de Preissac
BishopCoA PioM.svg
Bispo de Riez

1318
Sucedido por
Rossolin
Precedido por
Robert de Mauvoisin
Archbishop CoA PioM.svg
Arcebispo de Aix

13181320
Sucedido por
Pierre Auriol
Precedido por
Pierre-Raymond de Monein, O.S.B.
Cardeal
Cardeal-padre de Santa Pudenciana

13211323
Sucedido por
Renoul de Monteruc
Precedido por
Guillaume de Mandagout, C.R.S.A.
Cardeal
Cardeal-bispo de Palestrina

13231361
Sucedido por
Raymond de Canilhac, C.R.S.A.
Precedido por
Pierre Le Tessier, C.R.S.A.
Coat of arms Holy See.svg
Vice-Chanceler da Santa Igreja Romana

13251361
Sucedido por
Pierre de Monteruc
Precedido por
Guillaume Pierre Godin, O.P.
Cardeal
Deão do Sacro Colégio dos Cardeais

13361361
Sucedido por
Élie Talleyrand de Périgord