Pilar (Paraíba)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Pilar
Bandeira de Pilar
Brasão de Pilar
Bandeira Brasão
Hino
Aniversário 14 de setembro
Fundação 1758
Gentílico pilarense
Prefeito(a) Virginia Maria Peixoto Velloso Borges (PP)
(2013–2016)
Localização
Localização de Pilar
Localização de Pilar na Paraíba
Pilar está localizado em: Brasil
Pilar
Localização de Pilar no Brasil
7° 16' 01" S 35° 15' 36" O7° 16' 01" S 35° 15' 36" O
Unidade federativa  Paraíba
Mesorregião Mata Paraibana IBGE/2008 [1]
Microrregião Sapé IBGE/2008 [1]
Região metropolitana Itabaiana
Municípios limítrofes Sobrado-(12 km), São José dos Ramos-(12 km), Itabaiana-(11 km), Juripiranga-(17 km) e São Miguel de Taipu-(6 km).
Distância até a capital 55 km
Características geográficas
Área 101,262 km² [2]
População 11 191 hab. IBGE/2010[3]
Densidade 110,52 hab./km²
Altitude 35 m
Clima Tropical Semi-Árido
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,569 baixo PNUD/2000 [4]
PIB R$ 43 860,591 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 3 777,83 IBGE/2008[5]
Página oficial

Pilar é um município brasileiro do estado da Paraíba (Brasil), localizado na microrregião de Sapé. De acordo com o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), no ano de 2010 sua população era estimada em 11.191 habitantes. Área territorial de 102 km².

Antiga aldeia de índios Cariris e Coremas, é a terra natal do escritor José Lins do Rêgo e da cantadora de Cocos e Cirandas Odete de Pilar.

História[editar | editar código-fonte]

Recebeu status de vila em 14 de setembro de 1758, sendo extinta em 1881, reativada em 1885. O povoamento do atual Município foi iniciado em fins do século XVII, encontrando ali os holandeses, em 1630, fazendas de criação de gado. Em 1670, Jesuítas, acompanhados pelos índios Cariris, fundaram um colégio. Em torno do mesmo, formou-se o povoado, cuja população era constituída principalmente de garimpeiros, que para ali se deslocavam em busca do ouro existente. Em 1758, o Governo da Metrópole, sentindo a falta de braços para a lavoura, determinou a suspensão da indústria aurífera, transformando-se, então, a cana-de-açúcar, na principal atividade econômica. Da região. A produção de açucareira trouxe grande prestígio para Pilar, em virtude dos inúmeros engenhos distribuídos pelas várzeas e baixios do território, tanto que, em 1859, teve a honra de receber a visita do Imperador D. Pedro II, hospedado no solar do Barão de Maraú, onde recebeu grandes homenagens.[6]


Filhos ilustres[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b Divisão Territorial do Brasil. Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  2. IBGE (10 de outubro de 2002). Área territorial oficial. Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Página visitada em 5 de dezembro de 2010.
  3. Censo Populacional 2010. Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (29 de novembro de 2010). Página visitada em 11 de dezembro de 2010.
  4. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil. Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2000). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  5. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Página visitada em 11 de dezembro de 2010.
  6. Pilar - Histórico (IBGE). biblioteca.ibge.gov.br (2007). Página visitada em 21 de novembro de 2012.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre municípios da Paraíba é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.