Pilates

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Mulher praticando pilates.

Pilates é um método de controle muscular desenvolvido por Joseph Pilates na década de 1920.[1] A maioria dos exercícios são executados com a pessoa deitada.[1] É atualmente uma técnica reconhecida para tratamento e prevenção de problemas na coluna vertebral.[2]

Wiki letter w.svg Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.

Referências

  1. a b Avaliação isocinética da musculatura envolvida na flexão e extensão do tronco: efeito do método Pilates® (PDF). Sociedade Brasileira de Medicina do Esporte. Scielo (3 de novembro de 2004). Página visitada em 3 de setembro de 2011. "O método Pilates® desenvolvido por Joseph Pilates no início da década de 1920 tem como base um conceito denominado de contrologia. Segundo Pilates, contrologia é o controle consciente de todos os movimentos musculares do corpo. É a correta utilização e aplicação dos mais importantes princípios das forças que atuam em cada um dos ossos do esqueleto, com o completo conhecimento dos mecanismos funcionais do corpo, e o total entendimento dos princípios de equilíbrio e gravidade aplicados a cada movimento, no estado ativo, em repouso e dormindo. Os exercícios do método Pilates® são, na sua maioria, executados na posição deitada, havendo diminuição dos impactos nas articulações de sustentação do corpo na posição ortostática e, principalmente, na coluna vertebral, permitindo recuperação das estruturas musculares, articulares e ligamentares particularmente da região sacrolombar. O sistema básico inclui um programa de exercícios que fortalecem a musculatura abdominal e paravertebral, bem como os de flexibilidade da coluna, além de exercícios para o corpo todo. Já no sistema intermediário-adiantado são introduzidos, gradualmente, exercícios de extensão do tronco, além de outros exercícios para o corpo todo, procurando melhorar a relação de equilíbrio agonista-antagonista. Uma vez que o método Pilates® preconiza a melhoria das relações musculares (agonista e antagonista), o nosso objetivo foi testar o efeito desse método de treinamento sobre o torque isocinético dos extensores e flexores do tronco medido a velocidade angular de 120 graus por segundo."
  2. Pilates ajuda a fortalecer coluna, músculos da coxa e assoalho pélvico. Bem Estar (14 de outubro de 2011). Página visitada em 29 de outubro de 2011. "O pilates [...] hoje é uma técnica reconhecida para prevenção e tratamento de problemas na coluna."