Pilha de protocolos de Web Services

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou se(c)ção não cita fontes fiáveis e independentes (desde outubro de 2010). Por favor, adicione referências e insira-as no texto ou no rodapé, conforme o livro de estilo. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros, acadêmico)Yahoo!Bing.

Uma pilha de protocolo de web services é uma pilha de protocolos (uma pilha de protocolos de redes de computadores) que é usada para definir, localizar, implementar e fazer com que serviços Web interajam entre si. Uma pilha de protocolos de serviço web normalmente é composta por quatro protocolos:

  • (Serviço) Protocolo de Transporte: responsável por transportar mensagens entre aplicações de rede e inclui protocolos como HTTP, SMTP, FTP, bem como o recente Blocks Extensible Exchange Protocol (BEEP).
  • (XML) Protocolo de Mensagem: responsável por codificar mensagens em um formato XML comum para que elas possam ser entendidas em qualquer extremidade de conexão de rede. Atualmente, esta área inclui os seguintes protocolos: XML-RPC, WS-Addressing e SOAP.
  • (Serviço) Protocolo de Descrição: usado para descrever a interface pública para um serviço web específico. O formato de interface WSDL normalmente é usado para este propósito.
  • (Serviço) Protocolo de Descoberta: centraliza os serviços em um registro comum, assim esses serviços web de rede podem publicar sua localização e descrição e facilitar a descoberta de quais serviços estão disponíveis na rede. Descrição Universal de Descoberta e Integração foi destinada para este propósito, mas não tem sido adotada de forma ampla.

A pilha de protocolos de serviços web também inclui um grande número de protocolos recentemente definidos: BPEL, SOAP-DSIG.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wiki letter w.svg Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.