Pimentão

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde Janeiro de 2015). Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Como ler uma caixa taxonómicaPimentão
Capsicum1.jpg

Classificação científica
Reino: Plantae
Divisão: Magnoliophyta
Classe: Magnoliopsida
Ordem: Solanales
Família: Solanaceae
Género: Capsicum
Espécie: C. annum
Nome binomial
Capsicum annum
L.

Pimentão (português brasileiro) ou Pimento (português europeu) refere-se a um grupo de cultivares da espécie Capsicum annuum, muito utilizado na culinária de todo o mundo. Os vários cultivares produzem frutos com diferentes cores sendo as mais conhecidas o verde, o amarelo e o vermelho. Porém, existem outras variedades bastante exóticas, como o branco, roxo, azulado, preto e laranja. [1] São plantas nativas do México, América Central e do norte da América do Sul. São por vezes agrupados juntamente com outras pimentas pouco pungentes sob a designação de pimentas doces.

Em Portugal, o termo pimentão tanto pode ser sinónimo de pimento, ou seja, a planta ou fruto descrito neste texto, como a especiaria que se produz a partir do fruto, também conhecida como paprica. Há muitas pessoas que fazem uma distinção clara, não associando pimentão ao fruto; no entanto, por exemplo, a 6ª edição do Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora, nem sequer refere a especiaria na entrada "pimentão".

Devido a beleza de seus frutos, há quem os cultive como plantas ornamentais.

Esta hortaliça é um alimento muito apreciado, sendo rico em vitaminas e sais minerais. Na escala de Scoville, esta espécie tem o valor 0.

Valor nutricional[editar | editar código-fonte]

Imagens[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. SCIVITTARO, Walkyria B. et al. Caracterização de híbridos de pimentão em cultivo protegido. Hortic. Bras., Vitoria da Conquista , v. 17, n. 2, July 1999. Available from <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-05361999000200014&lng=en&nrm=iso>. access on 20 Jan. 2015.