Pinedjem II

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Pinedjem II ou Pinudjem II foi Sumo Sacerdote de Amon na cidade de Tebas de 990 a.C. a 969 a.C. após a morte do seu irmão Smendes II. A sua origem era proveniente de uma linhagem do sul. Reinou no Terceiro Período Intermédio de 1 070 a,C, a.C. a 656 a,C, a.C.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Quando Pinedjem II morreu, a sua múmia, junto com a das suas esposas e pelo menos a múmia de uma das suas filhas foi colocada no tumulo de El-Bahri de Deir, no templo mortuário de Hatchepsut.

Foi durante o seu reinado que as múmias de outros faraós de origem na cidade de Tebas, seus antecessores, incluindo os da XVIII dinastia egípcia e da IX dinastia egípcia, mais recentes como Amósis, Amenófis I, Tutmés I, Tutmés II, Tutmés III, Ramsés I, Seti I, Ramsés II, e Ramsés IX, e também Psusennes I, foram recolhidas e colocados também neste túmulo, que foi foi descoberto em 1881. Foi procedido por Smendes II e Sucedido por Psusennes III. Foi pai de Psusennes II, que igualmente foi Sumo Sacerdote de Amon em Tebas e filho de Menkheperre de Tebas e de Istemkheb.

Referências[editar | editar código-fonte]

  • Crónicas dos Faraós, Verbo 2004.
  • Os Faraós, Gama Editora, 2001.