Pinito de Creta

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
São Pinito de Creta
Bispo de Cnossos
Nascimento Século II dC em Grécia
Morte ca. 180 em Cnossos, Creta
Veneração por Igreja Católica, Igreja Ortodoxa Oriental
Festa litúrgica 10 de outubro
Gloriole.svg Portal dos Santos

Pinito de Creta (em latim: Pinytus), nascido na Grécia, foi bispo de Cnossos, em Creta,[1] no final do século II dC. Quase nada se sabe sobre sua vida, exceto que teve a alta estima de Eusébio, que afirmou que ele era um dos mais importantes autores eclesiásticos do seu tempo em sua História Eclesiástica.[2]

Vida e obras[editar | editar código-fonte]

Pinito também manteve constante contato com Dionísio de Corinto e ao que parece havia algum desentendimento entre eles. Dionísio, teria escrito para Pinito pedindo que não colocasse tanta ênfase na castidade sobre a sua comunidade. Mas Pinito não se comoveu com o pedido e respondeu que Dionísio poderia transmitir uma doutrina mais forte e mostrar à sua congregação uma epístola mais perfeita, dado que os cristãos não poderiam subsistir pra sempre de leite ou retrocederão à infância.[3] É possível que Pinito tenha sido influenciado pelos montanistas, embora Eusébio ateste sobre sua ortodoxia e sobre o bem-estar dos que estavam sobre Pinito[2] .

Ele foi um dos biografados por São Jerônimo em sua obra De Viris Illustribus (Sobre Homens Ilustres - capítulo 28).[4]

Referências

  1. St. Pinytus.
  2. a b Eusébio de Cesareia. História Eclesiástica: Dionysius, Bishop of Corinth, and the Epistles which he wrote. (em inglês). [S.l.: s.n.]. Capítulo 23. vol. IV.
  3. Hauck, A.. Pinytus (em inglês) Christian Classics Ethereal Library. Visitado em 05/09/2010.
  4. Wikisource-logo.svg "De Viris Illustribus - Apollinaris", em inglês.