Pinstriping

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Pin striping em um tanque de motocicleta.
Pin striping em um capô

Pinstriping (algo próximo de tirinhas) é a aplicação de tinta ou outros materiais em finas tiras para decoração, as tiras geralmente possuem cerca de 1 milímetro de espessura, dando formatos simétricos e tribalados como resultado final. Quando pintado à mão livre, utiliza-se um equipamento chamado beugler, trata-se de um aplicador de tinta em forma de caneta. Finas linhas na indústria textil, é chamado de pin stripes[1] .

Usado em conjunto com técnicas de aerografia, o pinstriping é utilizado em decoração de carros, motocicletas e outras superfícies como geladeiras e capacetes.

Motocicletas[editar | editar código-fonte]

Utilizado geralmente por adeptos de estilos como Chopper e Custom, a técnica é um dos principais motivos para a decoração dos tanques e partes da motocicleta. Mundialmente, artistas como Kenny Howard, Dennis "Gibb" Gibbish, Ed "Big Daddy" Roth e Dean Jeffries foram os precursores do movimento, por vezes denominado Kustom Kulture, um estilo de vida peculiar da década de 1950."[2]

Veículos[editar | editar código-fonte]

Os primórdios do pinstriping, são as pinturas das carroças utilizadas no século XVIII, que mais tarde foi embarcada nas carrocerias de caminhonetes e caminhões, assim como as frases de pára-choque que eram feitas à mão livre com instrumentos simplificados como pincel e tinta. mais tarde, foi utilizado na decoração de veículos como tuning e body kit. O pin pode ser desenvolvido com pequenos adesivos de vinil e tinta. Algumas empresas se especializaram na criação dessa técnica, onde o mercado se viu com interesse no desenvolvimento dos materias necessários para sua conclusão. São elas 1 Shot, House of Kolor e Kustom Shop.

Outros[editar | editar código-fonte]

Não existem limites para a aplicação da técnica, entre os mais comuns estão, pranchas de surf, capacetes, geladeiras, modelismo entre outros tantos.

Leitura recomendada[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Pins, airbrush e hot rods
  2. (em inglês) St. Antoine, Arthur. - "Interview: Dean Jeffries, Hollywood legend". - Motor Trend Magazine

Ligações externas[editar | editar código-fonte]