Pintura do românico

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes fiáveis e independentes. (desde dezembro de 2009). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
São João Evangelista, no Evangelário do abade Wedricus
Iluminura de Mestre Hugo, século XII.
Frescos na Igreja de St-Jacques-des Guérets (Loir-et-Cher).

A pintura do românico não teve um desenvolvimento súbito e revolucionário, tal como aconteceu na arquitectura românica. Ela seguiu a tradição pictural, sobretudo nas iluminuras de manuscritos (como o do Evageliário de Corbie) e praticou-se, sobretudo, em duas modalidades:

  • Pintura de grandes dimensões, utilizada na decoração de interiores, principalmente nas igrejas;
  • Pequena pintura, para ornamento e ilustração em livros: iluminuras.

Existiu nas seguintes formas:

A temática dominante é a religiosa, tal como na escultura. É a narração de feitos bíblicos e religiosos como a vida de Cristo. As técnicas formais e estilísticas empregues variam consoante as regiões. Isto deve-se ao ensino do artista nas escolas ou oficinas em que mestres de gerações diferentes ensinavam a arte.

A diversidade formal e técnica da pintura do românico é identificada por:

  • a prevalência do desenho;
  • a falta de rigor anatômico nas figuras, representadas com proporções disformes e deformadas com tendência para a geometrização dos corpos;
  • as posições demasiado desarticuladas;
  • as cores aplicadas a cheio, ou seja, planas e sem sombreados ou outros efeitos;
  • os cenários são abstractos e sem grande importância e cuidado, normalmente são lisos ou inexistentes;
  • as composições são geometricamente complexas e desorganizadas;
  • as cenas dispostas da esquerda para a direita, de cima para baixo e ajustadas, por vezes separadas por frisos com motivos geométricos e naturalistas.

Estas características não conferem realismo, mas antes, um poder simbólico e sobrenatural.

Exemplos marcantes da pintura do românico são:

O período românico da arte foi o último antes do nascimento do período gótico.

Pintores[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre pintura é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.


O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Pintura do românico