Pirajá da Silva

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde Abril de 2012). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Selo comemorativo dos 50 anos da descoberta da esquistossomose por Pirajá da Silva

Manuel Augusto Pirajá da Silva (Camamu, 1873Salvador, 1961) foi um naturalista, médico e pesquisador brasileiro, responsável pela identificação do agente patogênico e do ciclo fisiopatológico da esquistossomose.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Pirajá da Silva formou-se em 1896 na Faculdade de Medicina da Bahia, atualmente ligada à Universidade Federal da Bahia, onde iniciou no magistério em 1902.

Suas pesquisas de um paciente, em 1904 levaram-no à descrição completa do Schistosoma mansoni (ou Shistosoma americanum), em 1908, o parasita causador da esquistossomose intestinal.

Na Europa, depois disso, ampliou suas pesquisas e formação, sobretudo em Hamburgo e em Paris.

Além de sua primeira e importante descoberta a ele foi responsável por outros feitos médico-científicos, como a preparação de concentrados químicos, e a identificação pioneira de doenças.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.