Plástico-bolha

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Searchtool.svg
Esta página foi marcada para revisão, devido a inconsistências e/ou dados de confiabilidade duvidosa (desde janeiro de 2012). Se tem algum conhecimento sobre o tema, por favor, verifique e melhore a consistência e o rigor deste artigo.
Plástico-bolha

Plástico-bolha é um tipo de plástico que serve para proteger os produtos ou objetos em transporte.

Foi criado por dois engenheiros, Alfred Fielding e Marc Chavannes, em 1957. Como muitas outras inovações, foi acidental: Eles tentavam criar uma plano de fundo de plástico texturizado com o verso em papel que pudesse ser limpo facilmente.

O termo é uma marca registrada da Sealed Air Corporation (EUA) que foi fundada em 1960 por estes inventores e teoricamente só pode ser usado pelos produtos desta companhia.

Produzido em filme de polietileno de baixa densidade, com bolhas de ar prensadas, o plástico-bolha é um produto que proporciona excelente proteção aos materiais nele embalados. Outra aplicação largamente utilizada do plástico-bolha é no revestimento de pisos antes da aplicação de carpetes de madeira, proporcionando uma ótima isolação acústica. Este material pode ser também laminado com papel e transformado posteriormente em envelopes, para transporte de produtos frágeis e outros que requeiram cuidados especiais.

Características[editar | editar código-fonte]

Proteção contra choques mecânicos, fácil manuseio, leveza, atóxico, impermeável, flexível, termo-soldável, resistente à maioria dos produtos químicos comerciais, transparente e reciclável.

Formatos[editar | editar código-fonte]

Medidas comercializadas:

Largura: 100 mm

Espessura: 100 mm

Diâmetro da Bolha: 5 a 25 mm

Disponível em Bobina

Cores[editar | editar código-fonte]

Transparente, Verde, Azul, Rosa, Vermelho, Amarelo, Prateado, Roxo.

Aplicações[editar | editar código-fonte]

Embalagem de proteção para indústrias de automobilística, moveleira, metalúrgica, alimentícia, eletroeletrônica e supermercados. É essencial para proteger peças como lustres, louças e metais sanitários.

Passa-Tempo[editar | editar código-fonte]

Algumas pessoas encontram no plástico bolha uma ótima atividade desestressante: estourar as bolhas. Apertar as bolhas uma a uma, ouvindo o calmante som "plec", torcer o plástico para estourar o maior número possível de uma vez ou até mesmo pisar em cima. Outra forma para estourá-las, é passar por cima do plástico bolha com uma bicicleta.

Alivia o stress de quem rebenta as bolinhas. Porque, para quem está ao lado a ouvir os estalidos, é um tremendo stress!

Ecológico: http://jogueaqui.ig.com.br/jogos-online.php?jogo=papelbolha

Plástico bolha infinito[editar | editar código-fonte]

Lançado no Japão, o ploc-ploc ou plástico bolha infinito vem no formato de chaveiro que recria o prazer de estourar pequenas bolhas plásticas e se repõem imediatamente, tornando a brincadeira interminável. Com o propósito de satisfazer esse "vício", que pode ser um momento de distração para uns, até um antídoto anti-stress para outros, o gadget ainda emite a cada cem estouros um som surpresa, que vai desde o barulho de uma campainha até ao grito de uma mulher.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Plástico-bolha