Plan 9 from User Space

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde dezembro de 2013).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Translation Latin Alphabet.svg
Este artigo ou secção está a ser traduzido (desde novembro de 2007). Ajude e colabore com a tradução.

O Plan 9 from User Space (ou plan9port ou p9p) é um port de muitas das bibliotecas e aplicações do Plan 9 from Bell Labs para os sistemas operacionais Unix-like. Atualmente ele foi testado numa variedade de sistemas operacionais incluindo: Linux, Mac OS X, FreeBSD, NetBSD, OpenBSD, Solaris/SunOS.

Uma quantidade de aplicações chaves foram portadas, como programas usados pelo próprio sistema, e as bibliotecas necessárias do Plan 9. Tudo isso foi feito para funcionar sobre um ambiente Unix-like, ao inves de nativamente no Plan 9. Alguns dos componentes portados mais significantes são:

  • 9P - A filesystem protocol.
  • rc - The Plan 9 shell.
  • sam - A text editor.
  • acme - A user interface for programmers.
  • Mk - A tool for building software, analogous to the traditional Unix make utility.
  • plumber - An interprocess messaging facility.
  • Venti - A network storage system that permanently stores data blocks.

The project's name is a reference to the 1950s Ed Wood film Plan 9 from Outer Space.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Informática é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.