Planetary

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Planetary é uma série de quadrinhos norte-americana criada pelo escritor Warren Ellis e o desenhista John Cassaday e publicada pelo selo Wildstorm da DC Comics. O título Planetary também se refere ao grupo retratado na revista.

A pré-estréia da série deu-se em setembro de 1998 em Gen¹³ número 33 e em C-23 número 6. A primeira edição saiu em abril de 1999. Foi planejada originalmente para ser uma série bimestral de 24 edições. Entretanto, devido à problemas de saúde de Ellis e outros compromissos de Cassaday, a revista entrou em um hiato de quase um ano em 2003, encerrando-se no número 27 em outubro de 2009.

A premissa[editar | editar código-fonte]

O Planetary é uma organização auto-intitulada "Arqueólogos do Impossível", correndo atrás da história secreta do mundo. Fundada pelo misterioso Quarto Homem, que especula-se possa ser qualquer um, desde Adolf Hitler a Bill Gates, o time de campo consiste de três superseres: Jakita Wagner, forte, rápida e praticamente invulnerável; O Baterista, que pode conversar com computadores e quaisquer outros tipos de mecanismos elétricos; e o novo recruta Elijah Snow, que consegue controlar a temperatura.

A série ocorre no Universo Wildstorm, juntamente com outros títulos como Stormwatch, The Authority e Gen¹³.

A equipe Planetary viaja ao redor do mundo investigando fenômenos estranhos: monstros e outras criaturas, relíquias incomuns, outros superseres, e segredos incomensuráveis que certos indivíduos tentam manter escondidos do resto do mundo. Seu propósito é em parte movido pela curiosidade e em parte pela utilidade de novos conhecimentos adquiridos em prol da humanidade. Existem, entretanto, grupos que se opõem à seus propósitos, e a organização tem uma história substancial que é revelada gradualmente durante a série.

Nas últimas edições o enredo torna-se cada vez mais relacionado ao "Os Quatro", análogos do Quarteto Fantástico da Marvel, cujos objetivos são exatamente opostos aos da equipe Planetary.

Publicação no Brasil[editar | editar código-fonte]

A estréia de Planetary no Brasil ocorreu em uma revista mensal (5 edições) publicada pela extinta Pandora Books em 2002. A revista, no formato flip-flop, também continha a série Authority.

Em seguida, a Devir Livraria publicou dois volumes, contendo as edições 1 - 12.

Em de abril de 2007, Planetary foi um dos títulos regulares da nova revista "Pixel Magazine" (junto com Hellblazer), publicada pela editora Pixel Media.

Em 2014, a Editora Panini relançou a série completa em formatos de quatro encadernados, entre 148 a 228 página por edição.[1] A editora lançou também uma edição especial com o cross-over entre Planetary e Authority.

Prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Ano Prêmio Categoria Indicação Resultado Ref
2000
Eisner Award
Melhor Nova Série
Planetary
Indicado [2]
Melhor Série Continuada
Planetary
Indicado
2002
Planetary
Indicado [3]

Referências

  1. http://www.terrazero.com.br/v2/2013/08/planetary-sera-lancado-no-brasil-pela-panini-comics/
  2. 2000 Will Eisner Comic Industry Award Nominees (em inglês) Comic Book Almanac. Visitado em 17 de janeiro de 2015.
  3. Jotapê Martins (5 de agosto de 2002). Vencedores dos Prêmios Eisner edição 2002 (em português) Omelete. Visitado em 17 de janeiro de 2015.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]