Plantation

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ambox important.svg
Foram assinalados vários aspectos a serem melhorados nesta página ou secção:
Plantação de tabaco nos Estados Unidos
Cultura de bananas no Equador

Produzido Por Hiago Santiago 24.04

Sugar cane plantation.JPG

Plantation[1] é um tipo de sistema agrícola (uma plantação) baseado em uma monocultura de exportação mediante a utilização de latifúndios e mão de obra escrava. Foi bastante utilizado na colonização da América — sendo mais tarde levada para a África e Ásia —, principalmente no cultivo de gêneros tropicais e é atualmente comum a países subdesenvolvidos, com as mesmas características, exceto, obviamente, por não mais empregar mão de obra escrava.

A primeira característica da economia de plantação é a monocultura. Nesse sistema, são produzidas grandes quantidades de um só produto que se adapta muito bem ao solo e ao clima da região. Os produtos cultivados por meio da economia de plantação no Brasil são cana-de-açúcar, café, soja, etc.

Nesse sistema, a produção é voltada quase que totalmente para o mercado externo, permanecendo no país apenas produtos de baixa qualidade. As colônias eram exploradas de uma forma especulativa, sem nenhum interesse, por parte das metrópoles, na melhora do país em que a economia de plantação era estabelecida.

A mão de obra utilizada era composta principalmente por escravos e indígenas. Através da dominação econômica muitos camponeses e pessoas de baixa renda também eram obrigados a trabalhar nas plantações. A economia de plantação ocasionou o surgimento de grandes latifúndios, uma vez que enormes porções de terra eram destinadas a uma só pessoa. Atualmente, alguns países subdesenvolvidos ainda utilizam o sistema de plantação.

Embora a maioria tenha substituído a mão de obra escrava pela assalariada, ainda existe o trabalho escravo, mesmo que proibido. No Brasil, a economia de plantação ainda é utilizada em regiões que cultivam cana-de-açúcar ou café.

Na zona tropical, existe uma forma de cultivo comercial denominada Plantation, ou cultivo especulativo, que é organizado para o mercado externo e não considera os interesses da economia e da sociedade da região ou do país onde é realizado. Esse tipo de cultivo foi introduzido nos países tropicais (África), com a finalidade de complementar a agricultura da zona temperada (Europa), e se caracteriza por:

  • grandes propriedades;
  • cultivo de produtos tropicais;
  • monocultura;
  • emprego de mão de obra barata, inicialmente escrava;
  • utilização de recursos técnicos;
  • produção voltada para a exportação.
  • emprego escravo

Referências

  1. Verbete "Plantation no Dicionário Houaiss

Ligações externas[editar | editar código-fonte]