Playboy (Brasil)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Playboy Brasil)
Ir para: navegação, pesquisa
Playboy
Edição de dezembro de 1999, a mais vendida da história da publicação no Brasil.
Editor Thales Guaracy
Editores anteriores Edson Aran
Rodrigo Velloso
Cynthia de Almeida
Ricardo A. Setti
Juca Kfouri
Mário Escobar de Andrade
Frequência Mensal
Editora Editora Abril
Circulação Nacional
Categoria Masculina
País  Brasil
Idioma Português
Primeira edição Agosto de 1975
Playboy.com.br

Playboy é a versão brasileira da revista homônima americana, publicada pela Editora Abril.

História[editar | editar código-fonte]

Cquote1.svg É uma revista para ajudá-lo a tornar-se completo. Para atualizá-lo em todas as áreas de seu interesse inteligente: esporte, aventuras, arte, cinema, moda, literatura. E naturalmente, nas doses certas, um outro assunto de grande interesse: a mulher Cquote2.svg
Victor Civita, fundador da Editora Abril, agosto de 1975 (Playboy nº 1)

Em meados da década de 1970, Roberto Civita, que trabalhava na Editora Abril sob seu pai Victor Civita, acertou com a direção da revista Playboy nos Estados Unidos para acertar o começo de uma versão brasileira da publicação. Em seguida conversou com Victor, que sugeriu pedir permissão para a publicação com o ministro da Justiça, Armando Falcão, visto que o governo militar mantinha a imprensa sob censura prévia. Apesar das garantias que os ensaios seriam mais comportados e o conteúdo editorial seria "muito mais intelectual e sofisticado que qualquer revista que circulava no país", Falcão vetou o plano declarando que "não poderia fazer nenhuma revista com o nome PLAYBOY no Brasil, não importava o conteúdo." Observando uma brecha, Civita reenviou os planos sob o título A Revista do Homem, conseguindo a aprovação. A primeira edição foi lançada em agosto de 1975, com fotos cortadas ou retocadas para evitar nudez explícita. Para enganar o crivo da Divisão de Censura de Diversões Públicas, a equipe da revista utilizava-se de truques como submeter fotos escandalosas para conseguir que outras fossem aprovadas, ou ensaios de moças vestindo camisetas molhadas.[1] Em abril de 1977, com o afrouxamento do regime militar sob a presidência de Ernesto Geisel, Homem conseguiu pela primeira vez estampar na capa o coelhinho que é a logomarca da Playboy americana, e em julho de 1978, a revista pôde estampar seu verdadeiro título nas bancas, com a presença na capa da modelo importada dos americanos Debra Jo Fondren.[2]

Na década de 1980, o diretor de redação Mário Escobar de Andrade conseguiu tornar a Playboy uma das revistas de maior vendagem no mercado brasileiro, com média de 400 mil exemplares. Além de ensaios com musas da época, conseguiu impor um forte conteúdo editorial, incluindo entrevistas com personalidades elusivas como Fidel Castro e Ayrton Senna.[3] [4] Na década de 90, a revista teve suas edições mais vendidas sob o diretor Ricardo Setti (1994-1999). A sucessora de Setti, Cynthia de Almeida priorizou um público mais jovem, se espelhando em revistas masculinas como a Maxim.[3]

Seções e conteúdo editorial[editar | editar código-fonte]

Seguindo as linhas mestras da edição americana, a versão brasileira disponibiliza muitas seções, algumas delas visam ao entretenimento erótico, a exemplo de Gatas & Coelhinhas, que apresenta imagens de fotógrafos, não necessariamente da equipe da revista, e que focalizam e registram mulheres desconhecidas da mídia; Click, com flagras de celebridades, supostamente fotografadas em situações reveladoras ou constrangedoras; Mulheres que Amamos, que apresenta uma foto sensual de uma modelo nunca antes registrada em capa.

Como espécie de "carro-chefe" da publicação, a edição brasileira de Playboy procura fotografar mulheres famosas nuas, ou em visibilidade notável em um certo momento, como atrativo fundamental e característico, ao contrário da linha editorial original americana, que gosta da "garota da vizinhança". Em geral, a nudez feminina apresentada nas páginas brasileiras, especialmente o ensaio de grandes estrelas, transcende o aspecto da sensualidade, apresentando-se de forma artística, procurando caracterizar-se como registro fotográfico de uma personalidade, em um dado momento de sua vida. Em relação aos profissionais responsáveis pelos cliques das estrelas brasileiras, sobressaem-se grandes fotógrafos, a exemplo de Bob Wolfenson,[5] [6] J.R. Duran, Marcio Scavone e Luis Crispino.[7]

Outras seções têm cunho informativo, literário ou cultural, a exemplo de Caro Playboy, um edital que expõe a opinião dos leitores sobre a revista, publicando ideias, elogios e críticas; Happy Hour, com curiosidades de diversos assuntos; a seção Neurônios, atualizando o leitor sobre os lançamentos em cinema, livros, games e DVDs; Sobre Isso e Aquilo, uma coluna fixa do jornalista Ivan Lessa; Playboy Responde, com perguntas sobre sexo e outros temas feitas pelos leitores para a redação da publicação, muitas vezes respondidas por especialistas. E ainda: contos eróticos escritos por grandes escritores brasileiros; reportagens especiais com os assuntos de interesse masculino da atualidade; dicas de moda e estilo; guia de bares, bebidas, motéis, viagens e culinária; e, por fim, as Piadas de Playboy, tradicional última página da revista.

Um ponto forte da revista são as entrevistas. Muitas vezes bombásticas e reveladoras, elas são encontradas todos os meses na publicação ocupando várias páginas, relatando histórias, opiniões e desejos de grandes celebridades e intelectuais brasileiros e internacionais. Entre estes que já concederam entrevista à Playboy, destacam-se: Luiz Inácio Lula da Silva, Fernando Henrique Cardoso,[8] Fidel Castro, Angelina Jolie, Regina Duarte, Tony Ramos, Yasser Arafat, Bruce Willis,[9] Chico Buarque, Ayrton Senna, Fernanda Montenegro, Oscar Niemeyer, Pelé, Gisele Bündchen e Paulo Coelho.[10] Há também uma outra seção que é como uma minientrevista, chamada 20 P, sendo 20 perguntas audaciosas feitas aos mais diversos famosos. Dessa forma, retira-se o estigma de revista que traz unicamente fotos de mulheres nuas.

Modelos famosas[editar | editar código-fonte]

Dentre mais de 400 edições, registram-se como principais famosas que posaram totalmente nuas às lentes da Playboy brasileira:[11]

Atrizes notáveis
Estrela Edição Notas
Alessandra Negrini abril de 2000 Na época, interpretava Isabel da minissérie A Muralha; interpretou uma prostituta da Lapa em seu ensaio nu
Ângela Vieira outubro de 1999 Na época, vivia Janete da novela Terra Nostra; suas fotos foram feitas na Itália
Angelina Muniz julho de 1980, março de 1982 e fevereiro de 1985 Não foi capa na primeira Playboy: a capa foi de Lídia Brondi; foi um dos maiores símbolos sexuais da década de 1980
Bárbara Borges fevereiro de 2005 e setembro de 2009 Na época da primeira Playboy interpretava a personagem lésbica Jennifer em Senhora do Destino; na segunda, era Elvira em Bela, a Feia[12]
Bárbara Paz setembro de 2007 Posou em um teatro em São Paulo; na época era protagonista da novela Maria Esperança
Betty Faria agosto de 1978 e outubro de 1984 Pouco tempo antes de posar pela primeira vez havia interpretado Rita Baiana no filme O Cortiço, baseado na obra realista de Aluísio de Azevedo;[13] foi a primeira atriz brasileira de TV a posar nua
Bruna Lombardi março de 1991 Ganhou encarte especial na revista e capa com close no rosto; fez seu ensaio no Caribe
Carla Marins agosto de 1992 Na época, interpretava Eliane da novela Pedra Sobre Pedra; posou em Cancún no México
Carol Castro agosto de 2008 Nesse tempo interpretava Sheila da novela Beleza Pura; suas fotos foram inspiradas nas obras de Jorge Amado[14]
Christiane Torloni março de 1983 e novembro de 1984 No segundo ensaio foi fotografada por Luís Trípoli; estampou a capa com close no rosto; diz ter posado nua como afronta à ditadura militar vigente na época
Cláudia Ohana janeiro de 1985 e novembro de 2008 Causou polêmica na primeira Playboy por se exibir com excesso de pelos pubianos; na época da segunda revista vivia a Cida de A Favorita
Cláudia Raia março de 1984, setembro de 1985, janeiro de 1986 e janeiro de 1988 Na primeira Playboy foi creditada como dançarina Maria Cláudia; na segunda já estava na novela Roque Santeiro; na última fez um ensaio interno, interpretando fantasias sexuais na edição que trazia Isadora Ribeiro na capa
Cléo Pires agosto de 2010 A atriz foi capa da edição comemorativa de 35 anos da revista, sendo fotografada por dois fotógrafos: Bob Wolfenson e Jacques Dequeker, em dois ensaios diferentes[15]
Cristiana Oliveira fevereiro de 1992 Era insistentemente assediada pela revista desde a novela Pantanal; seu ensaio foi feito na Jamaica
Danielle Winits agosto de 1998 e outubro de 2003 Na época da primeira Playboy foi fotografada em Las Vegas e estava na telenovela Corpo Dourado; já na segunda revista, protagonizava Kubanacan[16]
Deborah Secco agosto de 1999 e agosto de 2002 Na primeira vez foi clicada em Los Angeles; foi a única atriz a ser capa duas vezes da edição de aniversário da publicação, a mais importante do ano, em agosto[17]
Dina Sfat janeiro de 1982 Não foi capa: se despiu em um ensaio interno na revista; faleceu em 1989 em função do câncer[18]
Fernanda Paes Leme dezembro de 2005 Posou depois de interpretar Rosário da telenovela América[19]
Flávia Alessandra agosto de 2006 e dezembro de 2009 Posou num iate em pleno alto mar; pouco tempo antes de posar havia feito uma de suas mais notórias personagens: a antagonista Cristina de Alma Gêmea;[20] na época da segunda revista, protagonizava Caras & Bocas
Françoise Forton agosto de 1989 Nesse tempo vivia Helena de Tieta
Grazi Massafera agosto de 2005 Na época ainda era apenas uma ex-BBB; foi capa de 30 anos da edição brasileira, sendo uma grande aposta da revista que deu certo; é a capa mais vendida dos últimos 5 anos[21]
Isabel Fillardis novembro de 1996 Foi fotografada para o ensaio em Marrakech, no Marrocos
Isabela Garcia agosto de 1988 Na época era a protagonista Ana da telenovela Bebê a Bordo
Isadora Ribeiro fevereiro de 1988 e junho de 1991 A eterna garota do Fantástico.
Juliana Alves outubro de 2009 Antes de ser atriz, foi uma ex-BBB; posou depois de interpretar Suellen da novela Caminho das Índias[22]
Juliana Knust dezembro de 2007 Na época interpretava Débora de Duas Caras; foi presenteada com duas capas diferentes para a mesma edição, sendo uma delas de close no rosto[23]
Juliana Paes maio de 2004 Foi a capa mais vendida dos últimos 10 anos; na época se destacava em Celebridade vivendo a sensual Jack Joy
Karina Bacchi dezembro de 2006 Estampou a capa vestida de Mamãe Noel; causou rebuliço na imprensa por aparecer no ensaio totalmente depilada e com um piercing na genitália
Leona Cavalli outubro de 2012 Na época fazia parte do elenco do remake de Gabriela na pele da vilã prostituta Zarolha.
Lídia Brondi agosto de 1987 Ganhou encarte especial na revista e foi às bancas com capa de close no rosto; já havia posado em julho de 1980 para a capa da revista, mas daquela vez sem a presença de ensaio nu na edição
Lucélia Santos abril de 1980 e novembro de 1981 No tempo da segunda Playboy havia protagonizado o filme Luz Del Fuego; era considerada a namoradinha do Brasil na época
Lúcia Veríssimo janeiro de 1983 e abril de 1988 Posou pela segunda vez enquanto interpretava Letícia da novela Mandala
Luciene Adami janeiro de 1991 Uma das mais belas da novela Pantanal, sucesso em 1990.
Luiza Tomé dezembro de 1993 e novembro de 2004 Na época da primeira Playboy estava em Fera Ferida; na segunda, em Começar de Novo
Maitê Proença fevereiro de 1987 e agosto de 1996 Ganhou uma capa de close no rosto na primeira Playboy; seu segundo ensaio foi feito na Sicília, Itália, se tornando um dos maiores clássicos da história da Playboy
Maria Padilha março de 1994 Seu ensaio foi inspirado na obra de Nelson Rodrigues
Maria Zilda agosto de 1985 Sua edição comemorava 10 anos de publicação no Brasil; ganhou capa de duas páginas
Marisa Orth agosto de 1997 Foi a atriz brasileira que mais vendeu revistas na história; na época interpretava a famosa personagem Magda de Sai de Baixo
Mel Lisboa agosto de 2004 Era insistentemente assediada pela revista desde a minissérie Presença de Anita
Mônica Carvalho maio de 1993, julho de 2001 e fevereiro de 2008 Na época da primeira Playboy foi capa apenas por ser a modelo da abertura de Mulheres de Areia; na segunda, já como atriz, se destacava vivendo Socorrinho de Porto dos Milagres; na terceira estava na novela Caminhos do Coração
Mylla Christie novembro de 1997 Foi fotografada em Londres na Inglaterra; mostrou os seios logo na capa
Nathália Rodrigues agosto de 2012 A atriz foi capa da edição comemorativa de 37 anos da revista; na época fazia parte do elenco do remake de Gabriela
Paloma Duarte abril de 1996 Tinha apenas 18 anos na época; foi fotografada em Punta del Este no Uruguai
Paula Burlamaqui maio de 1996 Nesse tempo vivia Rose de Explode Coração; foi fotografada sem roupa na neve de Aspen, nos Estados Unidos
Regiane Alves agosto de 2003 Na época interpretava a vilã Dóris de Mulheres Apaixonadas; seu ensaio foi inspirado nos bastidores de um set de filmagem[24]
Renée de Vielmond agosto de 1986 Depois do sucesso na década de 1980, quando posou nua, retomou a carreira de atriz se destacando na novela Paraíso Tropical
Rita Guedes março de 2006 Nessa época dava vida a Kátia, a Anja de Alma Gêmea[25]
Sandra Bréa junho de 1981 e outubro de 1985 Na época do seu segundo ensaio estava na telenovela Ti Ti Ti, interpretando Jacqueline, futuro papel de Cláudia Raia na versão 2010; faleceu em 2000 em função da Aids
Solange Couto dezembro de 1980 Não foi capa: apareceu nua em ensaio interno; já havia posado em agosto de 1976 para a revista junto às mulatas de Sargentelli, mas, daquela vez, sem nudez total
Sônia Braga setembro de 1984 e julho de 1986 Seus ensaios renderam sua aparição na Playboy americana; em 1984 ganhou duas capas para a mesma edição
Suzana Vieira abril de 1985 Não foi capa: fez um ensaio nu interno na revista
Vera Fischer agosto de 1982 e janeiro de 2000 Seu segundo ensaio foi feito em Paris na França; nesse mesmo ano a atriz interpretou uma das clássicas Helenas do autor Manoel Carlos: a de Laços de Família;[26] também causou polêmica pela sua quantidade de pelos pubianos
Yoná Magalhães fevereiro de 1985 Posou aos 50 anos enquanto vivia Matilde de Roque Santeiro
Apresentadoras de TV
Estrela Edição Notas
Adriane Galisteu agosto de 1995 e agosto de 2011 Seu ensaio foi feito na Grécia, ganhando capa de duas páginas, comemorando 20 anos da Playboy no Brasil; fez uma das fotos mais polêmicas da história da revista, onde mostrava-se depilando os pelos pubianos
Babi Xavier setembro de 2003 No ano anterior havia apresentado Ilha da Sedução no SBT
Cissa Guimarães agosto de 1994 Na época era apresentadora e repórter do Vídeo Show
Helen Ganzarolli setembro de 2000 Nessa época venceu o Concurso Felinas, ganhando a capa; apresentou vários programas no SBT
Íris Stefanelli agosto de 2007 Foi uma ex-BBB; seu ensaio foi feito no Museu do Ipiranga em São Paulo; as fotos da apresentadora foram inspiradas na rainha francesa Maria Antonieta[27]
Luize Altenhofen janeiro de 2001, dezembro de 2001 e outubro de 2006 Na primeira Playboy ainda era conhecida apenas pelos comerciais de cerveja; seu primeiro ensaio foi feito em Fernando de Noronha
Mara Maravilha fevereiro de 1990 Causou grande polêmica na época por posar tendo sido apresentadora de programas infantis
Monique Evans julho de 1985, junho de 1986 e novembro de 1993 Apareceu na primeira Playboy de cabeça raspada
Xuxa Meneghel dezembro de 1982 Na época a Rainha ainda era apenas uma modelo que namorava o rei Pelé; posou nua junto com sua irmã Maruska
Cantoras
Estrela Edição Notas
Elba Ramalho fevereiro de 1989 No ano lançou seu LP Popular brasileira
Grupo Banana Split outubro de 1998 As 5 integrantes do grupo (Mariana, Adriana, Márcia, Mônica e Sandra) posaram nuas juntas no ensaio
Kelly Key dezembro de 2002 Posou no auge da carreira, pouco depois de estourar com seu single Baba[28]
Marina Lima novembro de 1999 No ano anterior havia lançado o álbum Pierrot do Brasil; posou nua para levantar sua auto-estima depois de passar por uma grave depressão
Rosemary março de 1985 Primeira cantora brasileira a posar nua
Atletas
Estrela Edição Notas
Ana Paula Oliveira julho de 2007 Bandeirinha de futebol que chegou a trabalhar na série A do Campeonato Brasileiro;[29] protagonizou uma das maiores polêmicas causadas por Playboy, sendo rebaixada do quadro oficial de árbitros da FIFA por posar nua
Andréa Lopes janeiro de 2007 Tetracampeã brasileira de surf;[30] foi uma das revistas mais criticadas da história por sua falta de beleza. O próprio Roberto Civita descreveu como sendo "a pior capa da história".[3]
Dora Bria fevereiro de 1993 Tricampeã sul-americana de windsurf; falecida em 2008
Hortência Marcari fevereiro de 1988 Grande estrela do basquete; medalha de ouro no Campeonato Mundial de Basquete em 1994 e nos Jogos Panamericanos de Havana em 1991; foi a primeira edição de Playboy a utilizar o programa de retoque digital em imagens
Ida Álvares setembro de 1996 Jogadora de vôlei; medalhista olímpica nos jogos de Atlanta
Mári Paraíba julho de 2012 Jogadora de vôlei
Marta de Souza Sobral dezembro de 1991 Jogadora de basquete que ganhou medalha de prata nas Olimpíadas de Atlanta; não ganhou capa da revista, sendo que quem estampou esta edição foi a atriz Sônia Lima
Vanessa Menga fevereiro de 2001 Tenista; recebeu medalha de ouro nos Jogos Panamericanos de Winnipeg
Celebridades de diversas áreas
Estrela Edição Notas
Roberta Close maio de 1984 É a Transexual mais famosa do Brasil, essa foi a primeira e a única edição da revista a apresentar uma transexual, Roberta Close também já foi atriz.
Carla Camurati julho de 1983 Atual cineasta; dirigiu o filme Carlota Joaquina, Princesa do Brazil; desde 2007 é a presidente da Fundação Theatro Municipal do Rio de Janeiro
Cláudia Liz agosto de 1991 Grande top model; foi a única estrela clicada num mesmo ensaio por 4 fotógrafos
Doris Giesse novembro de 1990 Jornalista e ex-apresentadora do Fantástico; mostrou os seios logo na capa
Fernanda Young novembro de 2009 Escritora de vários romances, roteirista e apresentadora do programa Irritando Fernanda Young no canal GNT;[31] apareceu na capa trajando fantasia de coelhinha da Playboy
Jacqueline Meirelles outubro de 1988 Ex-Miss Brasil; foi uma das únicas Misses Brasil a posar nua, juntamente com Vera Fischer e Luize Altenhofen
Kátia Maranhão abril de 1991 Já apresentou o Casseta & Planeta; foi jornalista do SBT
Letícia Birkheuer dezembro de 2010 Grande top model, já tendo desfilado para a Victoria's Secret; já como atriz, iniciou sua carreira em Belíssima
Luiza Brunet maio de 1983, dezembro de 1984 e maio de 1986 Grande top model, empresária e também já atuou em algumas telenovelas
Luma de Oliveira setembro de 1987, março de 1988, março de 1990, maio de 2001 e janeiro de 2005 Modelo, empresária e atriz ocasionalmente; se destacou por grandes exibições e polêmicas no Carnaval; é uma das mulheres que mais vezes posou nua na história da revista, empatada com Scheila Carvalho
Tatiana Issa março de 1998 Atual diretora, responsável pelo premiado documentário Dzi Croquettes; também se destacou em trabalhos como atriz, sobretudo no filme O Guarani, onde viveu Ceci; seu ensaio foi feito no Uruguai
Sabrina Sato maio de 2003 e dezembro de 2004 Quando posou pela primeira vez era apenas uma BBB; durante a segunda capa já era uma humorista do Pânico na TV na RedeTV!
Algumas celebridades internacionais que tiveram seus ensaios publicados na edição brasileira
Estrela Edição Notas
Cindy Crawford setembro de 1998 A supermodelo americana apareceu na capa da Playboy brasileira
Drew Barrymore janeiro de 1995 A atriz americana de As Panteras apareceu em ensaio interno; a capa era de Ana Alice
Katarina Witt março de 1999 A patinadora olímpica apareceu em ensaio interno; a capa era de Suzana Alves
Kim Basinger fevereiro de 1987 A atriz de 9 1/2 Semanas de Amor apareceu nua na edição que trazia Maitê Proença na capa
Lindsay Lohan janeiro de 2012 A atriz aparece como uma das opções de capa ao lado de Vanessa Zotth e o seu ensaio aprece na mesma edição
Madonna agosto de 1985 A maior cantora pop do mundo apareceu sem nenhum tipo de depilação em ensaio interno na edição de Maria Zilda
Naomi Campbell abril de 2000 A supermodelo apareceu em ensaio interno; a capa era de Alessandra Negrini
Pamela Anderson outubro de 2001 e janeiro de 2007 Na primeira vez a atriz de Baywatch foi capa no Brasil; a segunda ganhou ensaio interno; foi várias vezes capa da Playboy americana
Sharon Stone novembro de 1990 A atriz de Instinto Selvagem apareceu em ensaio interno; a capa era de Doris Giesse
Tchecas do Brazil julho de 2011 As modelos Michaela Matejkova e Alicia Seffras do Pânico na TV apareceram na capa da Playboy brasileira

Outras modelos retratadas[editar | editar código-fonte]

Outro atrativo de capa, muito comum nas edições do Brasil, são as mulheres denominadas, popularmente, de celebridades instantâneas. Isto é, moças circunstancialmente famosas em um determinado momento, chegando a ter ápices absurdos de popularidade e explosão de vendas de seus respectivos exemplares. Dentre as mais famosas estão Joana Prado, a Feiticeira, e Suzana Alves, a Tiazinha, ambas vindas do Programa H da Band, tendo como apresentador da época Luciano Huck, sucesso no fim da década de 1990. Essas duas mulheres mascaradas, representando um fetiche para o brasileiro, foram sucessos estrondosos e inalcançáveis em relação às vendagens atuais, levando em conta que elas passaram a marca de um milhão de exemplares vendidos.

Outras "celebridades instantâneas" encontradas na década de 1990 estão as famosas dançarinas do grupo de Axé, É O Tchan, como Carla Perez, Scheila Carvalho e Sheila Mello, estilo vindo da Bahia que alcançou, definitivamente, o país inteiro a partir dessa época.

Atualmente, o maior sucesso desse tipo de celebridade é o caso das participantes vindas do Big Brother Brasil da Rede Globo, o reality show mais bem sucedido da TV brasileira. Já foram capas mais de 20 mulheres do programa e, geralmente, consegue-se boa vendagem com suas edições.[32] [33] Muitas vezes a Playboy alavanca tanto a popularidade de uma musa de reality show que elas acabam se fixando na mídia, claro, se contarem com seu próprio talento, seguindo carreira de atrizes ou apresentadoras de TV. Exemplo disso são Grazi Massafera (capa de aniversário de 30 anos da publicação, representando uma grande aposta da Playboy que deu certo), Íris Stefanelli e Sabrina Sato.

Outras famosas ascendentes nesses últimos anos são as funkeiras, dançarinas ou cantoras de funk carioca que já expandiram seu sucesso não só para a periferia, mas para o Brasil todo. Sendo assim, também acabam na capa e atingem altas vendagens, a exemplo do fenômeno Andressa Soares, a Garota Melancia.[34]

Outro caso dessas "popularidades relâmpagos" que chegaram à capa da revista, porém, estas em todos as épocas, foram as musas de escândalos políticos (como Mônica Veloso),[35] atuais ou ex-mulheres de famosos (como Mirella Santos), modelos de comerciais (como Michelly Machri), musas do verão e coelhinhas.

Ou seja, em síntese, tudo o que o brasileiro deseja, a revista Playboy traz na capa; seja pelo fato da estrela de capa estar na mídia, se destacar ou mesmo só por sua beleza.

Top 10: revistas mais vendidas[editar | editar código-fonte]

Joana Prado, A Feiticeira, é dona da Playboy mais vendida da história da publicação no Brasil.
Posição Edição Modelo Circulação[36]
1º lugar dezembro de 1999 Feiticeira (Joana Prado) 1.247.000 exemplares
2º lugar março de 1999 Tiazinha (Suzana Alves) 1.223.000 exemplares
3º lugar agosto de 1995 Adriane Galisteu 961.527 exemplares
4º lugar fevereiro de 1998 Scheila Carvalho 845.168 exemplares
5º lugar setembro de 1999 Scheila Carvalho & Sheila Mello 838.206 exemplares
6º lugar agosto de 1997 Marisa Orth 835.806 exemplares
7º lugar março de 2000 Tiazinha (Suzana Alves) 828.627 exemplares
8º lugar agosto de 2000 Feiticeira (Joana Prado) 804.866 exemplares
9º lugar outubro de 1996 Carla Perez 778.026 exemplares
10º lugar novembro de 1998 Sheila Mello 725.924 exemplares
11º lugar fevereiro de 1988 Isadora Ribeiro 705.728 exemplares

Ensaios Internacionais[editar | editar código-fonte]

Capa Data Local
Nanda Costa Agosto de 2013
Cuba
Havana
Adriana Sant'anna Setembro de 2011
Uruguai
Montevideo
Adriane Galisteu Agosto de 2011
Itália
Capri
Maria Melillo Junho de 2011
Argentina
Buenos Aires
Luma de Oliveira Janeiro de 2005
África do Sul
Johannesburg
Suzana Alves Março de 2000
Estados Unidos
Nova York
Vera Fischer Janeiro de 2000
França
Paris
Joana Prado Dezembro de 1999
Turquia
Istambul
Ângela Vieira Outubro de 1999
Itália
Siena
Deborah Secco Agosto de 1999
Estados Unidos
Los Angeles
Cléo Brandão Maio de 1999
Congo
Brazzaville
Sheila Mello Novembro de 1998
Estados Unidos
Havaí
Danielle Winits Agosto de 1998
Estados Unidos
Las Vegas
Mylla Christie Novembro de 1997
Reino Unido
Londres
Alessandra Scatena Setembro de 1997
Estados Unidos
Miami
Gabriela Alves Maio de 1997
Itália
Veneza
Isabel Fillardis Novembro de 1996
Marrocos
Marrakech
Maitê Proença Agosto de 1996
Itália
Sicília
Paula Burlamaqui Maio de 1996
Estados Unidos
Aspen
Paloma Duarte Abril de 1996
Uruguai
Punta del Este
Adriane Galisteu Agosto de 1995
Grécia
Santorini
Alexia Deschamps Março de 1995
Polinésia Francesa
Papeete
Carla Marins Agosto de 1992
México
Cancun
Cristiana Oliveira Fevereiro de 1992
Jamaica
Kingston

Concurso Preferência Nacional[editar | editar código-fonte]

Ano Vencedora Vice-Campeã 3°Lugar
2011 Dany Giehl Manhana Castro Paola Feijó
2012 Jéssica Amaral Ana Maria Rodrigues Bianca Masello
2013 Bianca Borba


Notas e referências

  1. Risério, Manuel. "Playboy VS Censura: 1975 – 1980". Playboy, agosto de 2010.
  2. http://playboy.abril.com.br/entretenimento/historia/miniguia-playboy-da-playboy/
  3. a b c Memória: Roberto Civita conta a história da edição brasileira de Playboy. Playboy Brasil (28/05/13). Página visitada em 05/06/13.
  4. http://www.oexplorador.com.br/site/ver.php?codigo=12157
  5. Cláudia Lessa (04/08/09). Paisagem urbana é tema de mostra fotográfica 'Cinépolis', de Bob Wolfenson. Página visitada em 05/07/10.
  6. Nilton Carauta (14/08/08). Carol Castro lança 'Playboy' e diz que posar na frente de figurante foi constrangedor. Página visitada em 05/07/10.
  7. Redação Abril (03/12/07). Playboy de Juliana Knust terá capa especial para colecionadores. Página visitada em 05/07/10.
  8. Redação Terra (11/08/06). FHC: Serra é o mais preparado para governar o Brasil. Página visitada em 05/07/10.
  9. Agência EFE (06/06/07). Bruce Willis diz que superou ciúme de Kutcher graças a Will Smith. Página visitada em 05/07/10.
  10. Folha On Line (02/08/08). Edição de agosto da "Playboy": "Sou o intelectual mais importante do Brasil". Página visitada em 05/07/10.
  11. Playboy Covers of the World (em Inglês). Página visitada em 05/07/10.
  12. Guia Global (09/09/09). Bárbara Borges é capa da Playboy. Página visitada em 05/07/10.
  13. Redação 24HorasNews (28/11/05). Livro da Playboy registra era pré-silicone. Página visitada em 05/07/10.
  14. Hugo Cals (14/08/08). Festa da 'Playboy' de Carol Castro traz Salvador para o Rio. Página visitada em 05/07/10.
  15. Redação Abril (25/06/10). "Playboy" de Cleo Pires terá dois ensaios diferentes, diz jornal. Página visitada em 05/07/10.
  16. Veja on-line (08/10/03). Olha o respeito: na foto abaixo, uma futura mamãe. Página visitada em 05/07/10.
  17. Aquidauana News (08/08/08). Brasil: musas estampam capas de aniversário da Playboy. Página visitada em 05/07/10.
  18. Redação Terra (13/08/09). Vc repórter: mostra lembra a atriz Dina Sfat no Rio. Página visitada em 05/07/10.
  19. Portal Verdes Mares (05/12/10). Fernanda Paes Leme é a estrela da Playboy de dezembro/05. Página visitada em 05/07/10.
  20. O Dia Online (29/05/06). Flávia Alessandra fecha com a Playboy. Página visitada em 05/07/10.
  21. Redação Terra (01/07/10). Playboy: veja o ranking das mais vendidas nos últimos 5 anos. Página visitada em 05/07/10.
  22. Leo Dias (10/09/09). Playboy confirma: Juliana Alves é capa de outubro da publicação. Página visitada em 05/07/10.
  23. Redação Abril (03/12/07). Playboy de Juliana Knust terá capa especial para colecionadores. Página visitada em 05/07/10.
  24. VEJA Online (06/08/03). A hora de perdoar. Página visitada em 05/07/10.
  25. Aquidauana News (05/03/06). Atriz global Rita Guedes estrela ensaio sensual na Playboy. Página visitada em 05/07/10.
  26. Redação Terra (04/10/08). Veja mulheres que tiraram a roupa na 'Playboy' depois dos 40. Página visitada em 05/07/10.
  27. Portal Terra (27/06/07). Íris, do BBB7, será capa da Playboy de agosto. Página visitada em 05/07/10.
  28. Leo Dias (04/01/07). Retratos da Vida: A nova Kelly Key. Página visitada em 05/07/10.
  29. G1 (18/06/07). Bandeirinha Ana Paula Oliveira vai posar nua. Página visitada em 05/07/10.
  30. Redação Terra (27/01/07). Capa da Playboy sofreu de anorexia por dois anos. Página visitada em 05/07/10.
  31. O Globo (11/09/09). Fernanda Young lista dez motivos que a levaram a posar nua para a revista Playboy. Página visitada em 05/07/10.
  32. EGO (24/12/08). Edição especial reúne todas as BBBs. Página visitada em 05/07/10.
  33. Redação Terra (13/03/09). Ex-BBBs fazem história na Playboy. Página visitada em 05/07/10.
  34. Redação Abril (13/06/08). Garota Melancia bate recorde da Playboy. Página visitada em 05/07/10.
  35. Folha Online (10/10/07). Playboy da Mônica Veloso é sucesso no Congresso. Página visitada em 05/07/10.
  36. Ana Carolina Prado (28/05/10). As 10 edições da Playboy mais vendidas no Brasil. Página visitada em 05/07/10.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]