Pleasant Dreams

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Pleasant Dreams
Álbum de estúdio de Ramones
Lançamento 29 de Julho de 1981
Gravação Março/abril de 1981
Duração 33:53
Gravadora(s) Sire Records
Opiniões da crítica

O parâmetro das opiniões da crítica não é mais utilizado. Por favor, mova todas as avaliações para uma secção própria no artigo. Veja como corrigir opiniões da crítica na caixa de informação.

Cronologia de Ramones
Último
Último
End of the Century
(1980)
Subterranean Jungle
(1983)
Próximo
Próximo


Pleasant Dreams é o sexto álbum de estúdio dos Ramones, lançado a 29 de julho de 1981, pelo selo Sire Records, e alcançou a posição 58 da parada da revista americana Billboard. Foi o primeiro disco dos Ramones a não apresentar nenhuma versão cover de canções de outros artistas. A capa do disco foi também a primeira a não apresentar uma foto da banda. Em 2002 o album foi relançado em uma edição estendida pelo selo Rhino Records, e traz no encarte do CD a versão original da capa com a foto do grupo, que nunca chegou a ser lançada[1] .

A faixa "The KKK Took My Baby Away", é uma das mais célebres do album, e recebeu versões covers de diversas bandas ao longo dos anos, entre elas Marilyn Manson, Shonen Knife, Alkaline Trio, New Found Glory e Face to Face. Nos versos da canção, o protagonista conta que sua namorada foi sequestrada pela Ku Klux Klan à caminho de Los Angeles, e recorre à autoridades federais (FBI e o próprio presidente da República), com o intuito de reavê-la com vida[2] .

Em um documentário sobre a banda, End of the Century: The Story of the Ramones, um entrevistado próximo aos membros afirma que os versos da canção tratavam de um ataque pessoal de Joey à Johnny (que o constrangia constantemente pelo fato dele ser judeu), após o mesmo ter "roubado" sua namorada Linda[3] . Entretanto o irmão de Joey, Mickey Leigh, discorda desta versão, pois afirma que a canção havia sido escrito antes daquele acontecimento, e na verdade era uma referência à um antigo relacionamento de Joey com uma moça negra, relacionamento este desaprovado pela sua família. Quando Leigh perguntou a Joey o paradeiro da moça este lhe respondeu "A Ku Klux Klan a levou embora"[4] .

No mesmo documentário, End of the Century: The Story of the Ramones, Johnny Ramone afirma que o riff de guitarra de "The KKK Took My Baby Away" foi inspirado pelo riff da canção da banda Cheap Trick "He's a Whore"

Faixas[editar | editar código-fonte]

  1. "We Want The Airwaves" (Joey Ramone) – 3:22
  2. "All's Quiet On The Eastern Front" (Dee Dee Ramone) – 2:14
  3. "The KKK Took My Baby Away" (Joey Ramone) – 2:32
  4. "Don't Go" (Joey Ramone) – 2:48
  5. "You Sound Like You're Sick" (Dee Dee Ramone) – 2:42
  6. "It's Not My Place" (In The 9 To 5 World) (Joey Ramone) – 3:24
  7. "She's A Sensation" (Joey Ramone) – 3:29
  8. "7-11" (Joey Ramone) – 3:38
  9. "You Didn't Mean Anything To Me" (Dee Dee Ramone) – 3:00
  10. "Come On Now" (Dee Dee Ramone) – 2:33
  11. "This Business Is Killing Me" (Joey Ramone) – 2:41
  12. "Sitting In My Room" (Dee Dee Ramone) – 2:30
Faixas bônus
  1. "Touring" (versão de 1981) – 2:49
  2. "I Can't Get You Out of My Mind" – 3:24
  3. "Chop Suey" (versão alternada) (Joey Ramone) – 3:32
  4. "Sleeping Troubles" (demo) – 2:07
  5. "Kicks to Try" (demo) – 2:09
  6. "I'm Not an Answer" (demo) – 2:55
  7. "Stares in This Town" (demo) – 2:26

Ramones[editar | editar código-fonte]

Musicos adicionais[editar | editar código-fonte]

  • Dick Emerson – Teclado
  • Dave Hassel – Percussão
  • Russell Mael - backing vocals
  • Ian Wilson - backing vocals
  • Graham Gouldman - backing vocals

Referências

  1. http://en.wikipedia.org/wiki/Pleasant_Dreams
  2. http://en.wikipedia.org/wiki/The_KKK_Took_My_Baby_Away
  3. Spitz, Marc (November 2004). "The Last Testament of Johnny Ramone", Spin (magazine)
  4. Leigh, Mickey. I Slept with Joey Ramone: A Family Memoir, p. 216 (2009)
Ícone de esboço Este artigo sobre um álbum de Ramones é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.