Plesiomorfia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Plesiomorfia (do grego, πλησιος, "próximo a" e μορφη, "forma") [1] é um termo empregado em cladística para designar uma característica considerada primitiva que foi modificada a outra mais recente dentro de uma linhagem. Para o estabelecimento das plesiomorfias, é necessária a comparação de uma linhagem estudada com um grupo externo (uma outra linhagem supostamente aparentada filogeneticamente daquela em questão) para verificar o grupo supostamente mais primitivo. Daí, consideram-se plesiomórficos os caracteres apresentados por este grupo.

Simplesiomorfias são plesiomorfias compartilhadas por mais de um membro de uma linhagem.

Exemplos[editar | editar código-fonte]

  • A presença de vértebras é uma condição apomórfica em relação à ausência de vértebras (plesiomórfica).[1]
  • A presença de membros anteriores em serpentes é uma condição plesiomórfica que foi modificada à sua ausência ou à transformação em órgãos vestigiais.[1]

No contexto de gírias acadêmicas entre os biólogos "Plesio" é alguma pessoa lenta em suas ações do dia a dia, "abestalhado" e ingênuo.Portanto Plesiomórfico é alguem que sofreu essa mutação durante a vida acadêmica.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c AMORIM, Dalton de Sousa. Fundamentos de Sistemática Filogenética. Editora Holos (2002).
Ícone de esboço Este artigo sobre Biologia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.