Pneuma

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Pneuma (πνεῦμα) é uma palavra em grego antigo que significa "respiração" que, num contexto religioso, significa "espírito" ou "alma".[1] [2]

Possui vários significados técnicos para escritores médicos e filósofos da Antiguidade Clássica, em particular com relação à fisiologia, sendo também usado em traduções gregas da Bíblia Hebraica e da versão grega do Novo Testamento. Em filosofia clássica, é distinguível de psique (ψυχή), que originalmente significaria "sopro de vida", sendo traduzido regularmente como "espírito" ou mais frequentemente por "alma".[3]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Entry πνεῦμα, in Liddell-Scott-Jones, A Greek–English Lexicon, versão online.
  2. Ver páginas 190, 195, 205 de François, Alexandre (2008), "Semantic maps and the typology of colexification: Intertwining polysemous networks across languages", in Vanhove, Martine, From Polysemy to Semantic change: Towards a Typology of Lexical Semantic Associations, Studies in Language Companion Series, 106, Amsterdam, New York: Benjamins, pp. 163-215, http://anu.academia.edu/AlexFran%C3%A7ois/Papers/876329/Semantic_maps_and_the_typology_of_colexification_Intertwining_polysemous_networks_across_languages .
  3. Furley, D.J.. From Aristotle to Augustine. [S.l.]: Routledge, 1999. p. 29. ISBN 978-0-415-06002-8