Poecilia latipinna

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Como ler uma caixa taxonómicaPoecilia latipinna
Molinésia Latipina macho

Molinésia Latipina macho
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Actinopterygii
Ordem: Cyprinodontiformes
Família: Poeciliidae
Género: Poecilia
Espécie: P. latipinna
Nome binomial
Poecilia latipinna
(Lesueur, 1821)

Poecilia latipinna (conhecido popularmente como molinésia latipina ou molinésia-de-vela-estreita) é uma das variedades de molinésia existente.

Sua principal característica é a nadadeira dorsal bem desenvolvida nos machos (as fêmeas não a possuem). Como muitas das variedades de molinésias é utilizada no aquarismo como peixe ornamental apresentando muitas variações de cores, são animais vivíparos, com ciclos de gestação que variam de acordo com a temperatura do habitat em que vivem, em regiões de clima frio temos a interrupçóes das gestações durante o inverno.[1] . Difere-se da Poecilia velifera por apresentarem barbatanas dorsais maiores e pequenos pontos escuros e retangulares, enquanto na outra espécie estes pontos são luminosos [2] .

Habitat[editar | editar código-fonte]

Sua população original é proveniente do litoral Atlântico dos Estados Unidos da América, bacia hidrográfica do rio Cape Fear, até às bacias hidrográficas que desaguam na Região de Veracruz no México, habitam preferencialmente a região perto das margens dos rios, vivendo em meio a vegetação subaquática ou palustre e com águas turvas. Como todas as molinésias possui boa tolerância a salinidade preferindo habitar regiões com água ligeiramnete salobras nas proximidas da foz dos rios como estuários e mangues, o que não impede de serem encontradas em regiões de água doce ou mesmo em pleno oceano, havendo casos de populações que frequentam o mar pelo menos em parte do ano[3] .

Aquário[editar | editar código-fonte]

São peixes pacíficos com outras espécies, ideal para um aquário comunitário, porém os machos tornam-se muito agressivos entre si, principalmente em aquários de dimensões reduzidas[1] .

No ambiente do aquário o ideal seria manter a temperatura em torno dos 26°C, sendo a faixa ideal variável entre 17°C e 27°C. O pH da água ideal seria entre 7 e 8.2, e o dH em torno de 12 a 34, desta maneira percebemos que certas populações necessitam de um ambiente com água mais salobra desta forma deve-se atentar para a tolerância das outras éspecies de peixe ao nível de salinidade, em caso de aquário comunitário[3]

As molinésias são peixes onívoros, aceitando vários tipos de alimento, desde ração seca, a alimentos vivos, algas e alimentos vegetais são importantes em sua alimentação[4] , desta forma são utilizadas no controle de algas em aquários plantados desde que o aquário ofereça parâmetros de água compatíveis[1] .

Referências