Point Blank (1967)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa


Point Blank
À Queima Roupa (BR)
 Estados Unidos
1967 • cor • 92 min 
Direção John Boorman
Roteiro Donald E. Westlake (adaptado da novela própria)
Elenco Lee Marvin
Angie Dickinson
John Vernon
Género Ação
Idioma inglês
Página no IMDb (em inglês)

Point Blank (br.: À Queima Roupa) é um filme estadunidense de 1967 do gênero "Ação" dirigido por John Boorman. O roteiro é de Donald E. Westlake que adaptou sua novela "pulp" The Hunter, escrita sob o pseudônimo de Richard Stark. O filme é cultuado pelo uso combinado de elementos do "filme noir" e "nouvelle vague", complexos flashbacks, influências do psicodelismo, violência subita, uso inovador da luz e mudanças rápidas na ação.

Foi o primeiro filme com locações em Alcatraz, o presídio desativado em 1963.

A história teve uma refilmagem em 1999 chamada Payback, distribuida pela Warner Bros. que adquirira os direitos pelo livro Point Blank com a fusão em 1996 com a Turner Entertainment, que por sua vez detinha os direitos dos filmes da MGM até 1986.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Um criminoso chamado apenas de Walker – na novela original era "Parker" – é recrutado pelo seu amigo Mal Reese para um assalto a um transporte de dinheiro ilegal, cujo ponto de encontro é a Ilha de Alcatraz, local de um famoso e agora desativado presídio americano.

Reese deve dinheiro de jogatina para uma poderosa quadrilha chamada de "Organização" e comete o roubo para conseguir os recursos para saldar a dívida. Logo após o assalto, Reese atira no parceiro, deixando-o agonizante numa cela de prisão abandonada enquanto foge com o dinheiro, levando com ele Lynne, a companheira de Walker de quem se tornara amante.

Walker, mesmo ferido, consegue sair da ilha e se recupera. Um ano depois ele vai atrás de Lynne e Reese em Los Angeles para se vingar e recuperar sua parte do dinheiro do assalto (93 mil dolares). Reese diz que não está mais com o dinheiro e envolve pessoas da Organização. Walker não desiste e persegue os chefões da quadrilha para conseguir o dinheiro, ajudado por um misterioso homem chamado Yost que facilita seu acesso às pessoas, negócios e locais controlados pela Organização.

No Brasil[editar | editar código-fonte]

Em 29 de março de 1968, Point Blank foi anunciado nos cinemas da Cinelândia (Rio de Janeiro) quando ocorreu a morte do estudante Edson Luís de Lima Souto pela Polícia Militar que reprimia uma manifestação estudantil, baleado "à queima roupa". Frases como "Balas matam a fome?", "Velhos no Poder, jovens no caixão" e "Eles mataram um estudante...e se fosse seu filho?" foram escritas em cartazes do filme como protesto pelo ocorrido.[1]

Referências

  1. (em português) "Brasil 1968: "Mataram um estudante. Podia ser seu filho", Esquerda.Net, 12 de maio de 2008 (publicado originalmente em O Globo, 2 de março de 2008).

Ligações externas[editar | editar código-fonte]