Pokémon (anime)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Pokémon
ポケットモンスター
(Poketto Monsutā)
Logo de Pokémon
Gênero Kodomomuke
Anime
Direção Kunihiko Yuyama
Estúdio OLM, Inc.
Team Ota (1997–2006)
Team Iguchi (2006–2009)
Team Kato (2010–presente)
Exibição original 1 de abril de 1997 – presente
Emissoras de TV TV Tokyo
Emissoras lusófonas Rede TV!, Tooncast, Cartoon Network Brasil, Rede Record, Rede Família, RBTV, Ulbra TV, Rede Diário, Novo Canal (Brasil)
SIC (Portugal)
Nº de episódios 850+
Filmes (17 ao total)

  • 5 séries de filmes originais
  • 4 filmes da série Advanced Generation
  • 4 filmes da série Diamond & Pearl
  • 3 filmes da série Best Wishes!
  • 1 filme da série XY
Especiais

  • 8 especiais de TV
  • 25 episódios paralelos
  • 7 curtas de Férias de Inverno
  • 8 curtas da companhia ANA
Projeto Animangá  · Portal Animangá

Pokémon (ポケモン, Pokemon?), abreviação do título japonês Pocket Monsters (ポケットモンスター, Poketto Monsutā?, lit. "Monstros de Bolso"), é uma série de anime kodomomuke da franquia Pokémon.

O anime Pokémon é divido em cinco temporadas: a série original, Advanced Generation, Diamond & Pearl, Best Wishes! e, atualmente, XY, que começou a ser transmitida em 2013. Cada temporada é baseada em um videogame da franquia. Nas transmissões internacionais, a série é dividida em 17 temporadas. O anime possui uma série spin-off, Pokémon Chronicles, que é baseada nos personagens secundários do anime, e os programas de variedades live action Weekly Pokémon Broadcasting Station, Pokémon Sunday, Pokémon Smash! e Pokémon Get TV, que estrearam no final de 2013.

Enredo[editar | editar código-fonte]

Veja também: Lista de personagens de Pokémon (anime)

Ao completar dez anos, Ash Ketchum, um garoto que sonha se tornar um Mestre Pokémon, pode finalmente começar a sua jornada em busca do seu sonho. No entanto, ele dorme demais no dia de receber seu primeiro Pokémon e, ao chegar atrasado no laboratório do Professor Oak, descobre que todos os Pokémon iniciais (Bulbasaur, Charmander e Squirtle) já haviam sido escolhidos por outros treinadores. Então, o Professor diz que há outro Pokémon, um Pikachu, que não gosta de ficar na Pokébola e é muito teimoso. Assim, ignorando os avisos, Ash o aceita e começa a sua jornada. Após serem atacados por um bando selvagem de Spearow na floresta e Ash proteger Pikachu dos Pokémon furiosos, Pikachu percebe que o treinador se importa com ele e, assim, se tornam amigos. Depois desses acontecimentos, eles veem uma Pokémon misterioso voando e isso faz com que Ash queira mais do que nunca realizar seu objetivo de ser um Mestre Pokémon.

Ao longo da sua jornada, Ash faz novos amigos, tanto humanos quanto Pokémon, que o ajudam no seu caminho a Liga Pokémon. Na região de Kanto, Ash conhece a Líder de Ginásio de Cerulean, Misty, e o Líder do Ginásio de Pewter, Brock. Eles sempre acabam com os planos do trio da Equipe Rocket, formado por Jessie, James e Meowth, que querem roubar o Pikachu de Ash e outros Pokémon raros e, com esse objetivo, seguem Ash por todos os lugares. Quando Ash e Misty viajam nas Ilhas Laranjas, dessa vez sem Brock, eles conhecem e passam a ser acompanhados pelo Observador Pokémon Tracey. Depois de um tempo, eles se reencontram com Brock e seguem sua jornada na região Johto.

Quando Ash decide ir para a região Hoenn, Misty opta por ficar no Ginásio de Cerulean. Porém, ele ganha novos companheiros: May, uma Coordenadora Pokémon e Max, o irmão mais novo dela. Juntos, eles enfrentam os Times Magma e Aqua. Depois, ele retorna a Kanto para participar da Battle Frontier e decide com Brock ir para a região Sinnoh, enquanto May e Max seguem seus próprios caminhos. Na nova aventura, eles conhecem Dawn, uma Coordenadora Pokémon, que viaja com eles na região Sinnoh, onde enfrentam Cyrus e o Time Galactic.

Após se despedir de Dawn e Brock, Ash, sua mãe e Professor Oak decidem viajar para a região Unova, onde Ash conhece Iris e Cilan e passa a viajar com os dois. Eles descobrem os terríveis planos do Time Plasma, uma organização criminosa que quer deixar os Pokémon livres das pessoas para que eles possam dominar o mundo sem oposição. Após participar da Liga Pokémon de Unova, Ash, Iris e Cilan começam a se preparar para o Torneio Mundial Pokémon e, nesse tempo, conhecem N, que é um instrumento fundamental para derrotar o Time Plasma. Depois disso, eles viajam pelas Ilhas Decolore a caminho da Cidade de Pallet e conhecem a repórter investigativa Alexa, que é da região Kalos. Enquanto Iris e Cilan decidem ir para Johto, Ash e Alexa partem para a região Kalos.

Após Alexa informar que sua irmã, uma Líder de Ginásio, está ausente, Ash decide viajar para a Cidade Lumiose, onde conhece o menino-gênio Clemont e sua irmã mais nova, Bonnie. Ash também passa a viajar com Serena, uma garota da Cidade Vaniville e a amiga de infância dele.

Mídia[editar | editar código-fonte]

Anime[editar | editar código-fonte]

Série de Pocket Monsters Temporadas de Pokémon Episódios
Pocket Monsters Indigo League 80 (82 no Japão)
Adventures on the
Orange Islands
36
The Johto Journeys 41
Johto League Champions 52
Master Quest 64 (65 no Japão)
Advanced Generation Advanced 40
Advanced Challenge 52
Advanced Battle 52 (53 no Japão)
Battle Frontier 47
Diamond & Pearl Diamond and Pearl 51 (52 no Japão)
DP: Battle Dimension 52
DP: Galactic Battles 52 (53 no Japão)
DP: Sinnoh League Victors 34
Best Wishes! Black & White' 48
BW: Rival Destinies 49
BW: Adventures in Unova 25
BW: Adventures in Unova and Beyond 20 (22 no Japão)
XY XY No ar

Especiais[editar | editar código-fonte]

O primeiro deles é em comemoração aos 10 anos dos monstros de bolso (O Mentor do Pokémon Miragem) e conta com todo o elenco principal da série (Ash, Misty, Brock, May, Max, Prof. Carvalho, Policial Jenny, Enfermeira Joy, Jessie, James e seus Pokémon). O segundo transforma a história do game Pokémon Mystery Dungeon em anime no especial Pokémon - Mundo Misterioso, que promete ganhar uma continuação em breve. O terceiro se baseia na estreia dos games Pokémon Mistery Dungeon: Explores Time e Darkness. O quarto episódio, apenas exibido no Japão, é a continuação do terceiro onde conta a história de Grovyle e Dusknoir no futuro.

Spin-offs[editar | editar código-fonte]

Pokémon Chronicles[editar | editar código-fonte]

Pokémon Chronicles é um spin-off que conta histórias envolvendo os personagens secundários do anime. A maioria dos episódios de Chronicles foram chamados de Pocket Monsters Side Stories (ポケットモンスターサイドストーリー, Poketto Monsutā Saido Sutōrī?, lit. "Histórias Paralelas de Pokémon"), sendo transmitidos na Weekly Pokémon Broadcasting Station. As demais partes da série são compostas pelo especial de TV Pocket Monsters Crystal e pela série de OVA Férias de Inverno do Pikachu.

Pokémon Origins[editar | editar código-fonte]

Pokémon Origins é um especial de TV que foi ao ar na TV Tokyo em 2 de outubro de 2013 e foi baseado na história original dos jogos Pokémon Red e Blue.[1] [2] [3]

Filmes[editar | editar código-fonte]

Canais de transmissão[editar | editar código-fonte]

País Emissoras
Japão Japão TV Tokyo e Kids Station
Estados Unidos Estados Unidos
  • Syndication (Temporadas 1 e 2)
  • Kids' WB! (Temporadas 3-8)
  • Cartoon Network (Todas as temporadas)
Canadá Canada YTV
Brasil Brasil
  • 18, 35, 38, 252, 377, 397, 516, 588, 678 e 679 (D&P), 683, 684 e 712 (D&P), 796, 806 e 807 (B&W) censurados.
Portugal Portugal

Controvérsia[editar | editar código-fonte]

Embora famoso, o anime de Pokémon era e ainda é muito criticado. Um revés que chamou a atenção do mundo antes mesmo do anime ser exibido fora do Japão foi um acidente envolvendo o episódio 38, Porygon, o guerreiro virtual, quando Pikachu libera um choque elétrico para destruir mísseis usados pela equipe Rocket. O efeito da frequência de flashes luminosos da animação original desencadeou reações em telespectadores epilépticos. Foram cerca de 700 casos documentados após a exibição do programa.[7] [8] Desde então, os efeitos foram trabalhados para evitar problemas em pessoas sensíveis, o episódio foi banido e a produção da série ficou parada por um ano antes de ela ser lançada fora do Japão. Além desse episódio, o desenho foi banido na Turquia, após duas crianças, uma de sete anos e outra de quatro, saltarem da sacada de seus apartamentos em imitação aos personagens do desenho[9] e também na Arábia Saudita, pois o governo alegou que ele estimulava a competição entre as crianças.[10]

Referências[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]