Poliacrilonitrila

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde fevereiro de 2013).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Fórmula estrutural da unidade de poliacrilonitrila.

A poliacrilonitrila (PAN) é um polímero obtido a partir da polimerização do nitrila de acrílico (acrilonitrila). Pode ter forma de fibra ou resina, de acordo com a fabricação. As fibras acrílicas são usadas essencialmente como fibra têxtil (geralmente em roupas de inverno), tendo em sua composição pelo menos 85% de massa de poliacrilonitrila.

É também utilizada na produção de fibras de carbono, material com excelentes propriedades mecânicas.

A polimerização responsável pela formação da poliacrilonitrila é uma reação de adição (ou polimerização por reação em cadeia), processo no qual unidades monoméricas bifuncionais são fixadas, uma de cada vez, conforme uma cadeia, para formar uma macromolécula linear.

Propriedades[editar | editar código-fonte]

  • É predominantemente amorfo, mas adquire alta resistência após tração quando as macromoléculas são orientadas numa direção preferencial.
  • Apresenta boa resistência a solventes.
  • É um termoplastico, ou seja, torna-se fluido quando aquecido até certa temperatura, podendo então ser remoldado.
  • A composição da macromolécula resultante é um múltiplo exato do monômero reagente original (acrilonitrila).
Ícone de esboço Este artigo sobre um composto orgânico é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.