Polidactilia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde abril de 2011). Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Polidactilia
Uma mão de um jovem de 27 anos com polidactilia.
Classificação e recursos externos
CID-10 Q69
CID-9 755.0
OMIM 603596
DiseasesDB 24853
eMedicine derm/692
MeSH D017689
Star of life caution.svg Aviso médico
Radiografia de uma mão com polidactilia (quirodáctilia).
Radiografia de um com polidactilia (pododáctilos).

A polidactilia ou polidatilia (do grego πολύς, "muitos" e δάκτυλος "dedo") é uma anomalia causada pela manifestação de um alelo autossômico dominante com penetrância incompleta, consistindo na alteração quantitativa anormal dos dedos da mão (quirodáctilos) ou dos dedos do (pododáctilos).

Há uma variação muito grande na expressão dessa característica, desde a presença de um dedo extra, completamente desenvolvido, até a de uma simples profusão carnosa.

Em 2010 foi divulgado um caso de um garoto chinês possuia 16 dedos nos pés e 15 nas mãos.[1]

Tipos de polidactilia[editar | editar código-fonte]

Polidactilia pós-axial[editar | editar código-fonte]

Ocorre do lado cubital (ulnar) da mão ou do lado peroneal (lateral) do pé. É a que tem herança autossômica dominante com penetrância incompleta, porém alta, e é cerca de 10 vezes mais freqüente em negros do que em caucasóides.

Polidactilia pré-axial[editar | editar código-fonte]

Ocorre do lado radial da mão ou tibial (medial) do pé. Compreende vários tipos de defeitos (polidactilia do polegar, polidactilia do dedo indicador, polissindactilia, etc).

Herança genética[editar | editar código-fonte]

Por ser um gene dominante, há 50% de probabilidade de passar para o filho (caso seja genes heterozigotos Aa), ou até mesmo 100% (caso seja genes homozigotos dominantes AA).

Tratamento[editar | editar código-fonte]

Apesar de ser uma anomalia, e muitas vezes trazer espanto, a polidactilia não costuma causar problemas a quem possui. A remoção cirúrgica é o único tratamento, de simples resolução.

Notas e referências

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]