Polidoro de Esparta

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Polidoro de Esparta, foi rei da cidade grega de Esparta de 700 a.C. até 665 a.C. ano da sua morte, pertenceu à Dinastia Ágida.

Sucedeu a seu pai Alcmenes[1] e foi sucedido por seu filho Eurícrates.[2]

Durante seu reinado, os lacedemônios enviaram colônias para Crotona, na Itália e Lócris Epicefíria, mais a oeste.[1]

A Primeira Guerra Messênia atingiu seu clímax no seu reinado.[1] Teopompo e Polidoro participaram de uma batalha contra os messênios, quatro anos após o início da guerra.[3] Durante a batalha, o batalhão comandado por Teopompo foi derrotado pelo batalhão comandado pelo rei messênio Euphaes,[4] mas do outro lado Polidoro derrotou os messênios, e matou seu general Pytharatus; apesar dos messênios se desorganizarem e fugirem, Polidoro não os perseguiu, pois preferiu apoiar a ala de Teopompo, enquanto Euphaes também não perseguiu a ala de Teopompo.[5] . Com a chegada da noite, as tropas de Polidoro e Euphaes não se enfrentaram,[5] e a batalha terminou sem um vencedor[6] . Após a batalha, porém, os messênios decidiram abandonar todas as cidades do interior e concentrar a defesa no Monte Itome[7] .

Ver também[editar | editar código-fonte]


Precedido por
Alcmenes
Rei ágida de Esparta
700 - 665 a.C.
Sucedido por
Eurícrates

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre reis é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.