Pollachius pollachius

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa


Como ler uma caixa taxonómicaPollachius pollachius
juliana
Pollachius pollachius aquarium.jpg

Estado de conservação
Não avaliada
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Actinopterygii
Ordem: Gadiformes
Família: Gadidae
Género: Pollachius
Espécie: P. pollachius
Nome binomial
Pollachius pollachius
(Linnaeus, 1758)

Pollachius pollachius (Linnaeus, 1758) é uma espécie de peixe marinho pertencente ao género Pollachius, comum em partes do nordeste do Oceano Atlântico ao longo das costas ocidentais da Europa, incluindo o Golfo da Biscaia e o Mar do Norte. Os espécimes adultos podem atingir até 130 cm de comprimento e pesar até 18,1 kg, embora em geral os exemplares capturados tenham menos de 75 cm.[1] [2]

Ecologia[editar | editar código-fonte]

P. pollachius é uma espécie de crescimento rápido e de vida relativamente curta,[2] sendo que a idade máxima reportada é de apenas 15 anos.[3] Postula-se que se reproduzam em áreas afastadas das costas, mas as suas áreas de reprodução são pouco conhecidas. Um estudo da população de fjordes noruegueses sugere que a reprodução é local.[4]

A espécie é bentopelágica, isto é que vive junto aos fundos marinhos em águas profundas.[2] A espécie parece ser relativamente sedentária.[4] [5]

Pescaria[editar | editar código-fonte]

A espécie é apreciada como sucedâneo do bacalhau, sendo objecto de uma importante pescaria nas águas do Atlântico Nordeste, mas a maior parte das capturas são acidentais, em geral associadas à pesca do bacalhau.

As descargas desta espécie apresentam duas áreas relativamente distintas de pesca, uma na parte norte do Mar do Norte e Skagerrak, estendendo-se para norte ao longo da costa norueguesa, e outra entre o Canal da Mancha e o Mar da Irlanda, etendendo-se para sul ao longo da costa francesa até ao Golfo da Biscaia. As descargas anuais totais desta espécie totalizam alguns milhares de toneladas.[3]

P. pollachius é muito apreciado na pesca lúdica, estimando-se que os desportistas (incluindo os turistas) tenham capturado cerca de 100 toneladas em 2009 apenas ao longo da costa norueguesa.[6] Estima-se que em águas francesas seja anualmente capturadas cerca de 3 500 toneladas desta espécie por pescadores amadores.[7]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. Ed. Froese, Rainer; Pauly, Daniel (Outubro de 2010). "Pollachius pollachius" (em inglês) www.fishbase.org FishBase.
  2. a b c <erro: informou coautor(es) mas não informou o autor principal>FAO species catalogue. Vol. 10. Gadiform fishes of the world (Order Gadiformes). An annotated and illustrated catalogue of cods, hakes, grenadiers and other gadiform fishes known to date. Rome: FAO, 1990. 442 pp.
  3. a b ICES. Report of the Working Group on the Assessment of Demersal Stocks in the North Sea and Skagerrak (WGNSSK), 4–10 May 2011, ICES Headquarters, Copenhagen. Copenhagen: International Council for the Exploration of the Sea, 2011. 844 pp. vol. CM 2011/ACOM:13.
  4. a b doi:10.1093/icesjms/fss043
    Esta citação será automaticamente completada em poucos minutos. Você pode furar a fila ou completar manualmente
  5. Jakobsen, Tore. Tagging of pollack on the Norwegian west coast in 1979. Copenhagen: ICES, 1985. 3 pp. vol. CM 1985/G: 24.
  6. doi:10.1093/icesjms/fsr077
    Esta citação será automaticamente completada em poucos minutos. Você pode furar a fila ou completar manualmente
  7. ICES. Report of the Planning Group on Recreational Fisheries (PGRFS), 7-11 June 2010, Bergen, Norway. Copenhagen: International Council for the Exploration of the Sea, 2010. 168 pp. vol. CM 2010/ACOM:34.