Pommersch

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita fontes fiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo. Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Trechos sem fontes poderão ser removidos.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing.
Pomerano (Pommersch)
Falado em: Alemanha e Polônia (quase extinta); Brasil
Região: Minas Gerais,[1] Espírito Santo, Rio Grande do Sul, Santa Catarina
Total de falantes: estim. 150 mil
Família: Indo-européia
 Germânica
  Germânica ocidental
   Pomerano
Escrita: alfabeto latino
Estatuto oficial
Língua oficial de: Santa Maria de Jetibá (Espírito Santo, Brasil)
Códigos de língua
ISO 639-1: --
ISO 639-2: nds
ISO 639-3: nds

O pomerano (Pommersch, Pommerschplatt ou Pommeranisch) é uma variedade do baixo-alemão falada em várias regiões do Brasil, especialmente nos estados meridionais e no estado do Espírito Santo.[2]

O nome Pomerânia vem de eslavo po more, que significa Terra junto ao Mar.[3]

Quase extinto na Pomerânia histórica, sendo praticamente falado apenas no Brasil,[4] atualmente a língua pomerana já têm uma escrita, dada pelo linguista Ismael Tressmann, e nos municípios mais pomeranos do estado do Espírito Santo já existem aulas de língua pomerana através do Programa de Educação Escolar Pomerana (PROEPO).[5]

É falado em várias regiões do Brasil, especialmente nos estados mais meridionais do Brasil. Como no estado de Santa_Catarina, Rio Grande do Sul e no estado do Espírito Santo.

Uma das localidades mais conhecidas do Brasil onde prevalece o bilinguismo pomerano-português é Pomerode, Santa Catarina. Uma das localidades onde falava-se o baixo-alemão é Dona Otília, localizada no município de Roque Gonzales, Canguçu, Região das Missões, no noroeste do Rio Grande do Sul. No Espírito Santo, nas cidades de Afonso Cláudio, Pancas, Itarana, Santa Leopoldina, Santa Maria de Jetibá (onde é língua oficial), Vila Pavão, Domingos Martins e Laranja da Terra o pomerano se tornou a língua corrente por ocasião da chegada dos imigrantes.[6] Até hoje é a língua materna de muitos habitantes da região, e em vários dos distritos das cidades acima citadas é a língua mais falada. No entanto por muitos anos a alfabetização dos pomeranos da região era feita em alemão, e posteriormente em português, por isso uma pequena porção de seus falantes a escreve; em geral comunicam-se de forma escrita em alemão ou português.

Também foi aprovada em agosto de 2011 a PEC 11/2009, emenda constitucional que inclui no artigo 182 da Constituição Estadual a língua pomerana, junto com a língua alemã, como patrimônios culturais do Espírito Santo.[7] [8] [9] [10]

Uma curiosidade é que muitas lojas de maquinário e insumos de Vitória têm atendentes de origem pomerana, falantes nativos da língua, para atender os produtores da região serrana (especialmente os mais velhos, que raramente sabem o português, até os mais novos, que em geral não falam o português tão bem).

Santa Maria de Jetibá também possui estação de rádio em língua pomerana, a Pommer Rádio.[11]

Municípios brasileiros com língua oficial pomerana[editar | editar código-fonte]

Municípios em que a língua pomerana é co-oficial no Espírito Santo.

Espírito Santo[editar | editar código-fonte]

Minas Gerais[editar | editar código-fonte]

Santa Catarina[editar | editar código-fonte]

Rio Grande do Sul[editar | editar código-fonte]

Rondônia[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Itueta, em Minas, abriga comunidade de descendentes de alemães, G1, acessado em 2 de novembro de 2011
  2. Renata Pinz Dietrich. 180 anos de Imigração Alemã (em português). Visitado em 12-08-2007.
  3. Der Name Pommern (po more) ist slawischer Herkunft und bedeutet so viel wie „Land am Meer“. (Pommersches Landesmuseum, alemã)
  4. Os Pomeranos Reivindicam 5 Ações Prioritárias ao Governo Brasileiro, acessado em 21 de agosto de 2011
  5. Pomeranos comemoram 152 anos de história e cultura na Ales, acessado em 2 de novembro de 2011
  6. CO-OFICIALIZAÇÃO DA LINGUA POMERANA EM MUNICÍPIOS CAPIXABAS, acessado em 21 de agosto de 2011
  7. O povo pomerano no ES
  8. Plenário aprova em segundo turno a PEC do patrimônio
  9. Emenda Constitucional na Íntegra
  10. ALEES - PEC que trata do patrimônio cultural retorna ao Plenário
  11. Pommer Rádio, programação
  12. A escolarização entre descendentes pomeranos em Domingos Martins
  13. a b c d e O povo pomerano no ES
  14. a b c A co-oficialização da língua pomerana
  15. Pomerano!?, acessado em 21 de agosto de 2011
  16. No Brasil, pomeranos buscam uma cultura que se perde, acessado em 21 de agosto de 2011
  17. Lei dispõe sobre a cooficialização da língua pomerana no município de Santa maria de Jetibá, Estado do Espírito Santo
  18. Vila Pavão, Uma Pomerânia no norte do Espirito Santo, acessado em 21 de agosto de 2011
  19. Descendentes de etnia germânica vivem isolados em área rural de Minas
  20. Pomeranos em busca de recursos federais
  21. Resistência cultural - Imigrantes que buscaram no Brasil melhores condições de vida, ficaram isolados e sem apoio do poder público, acessado em 2 de novembro de 2011
  22. Pomerode institui língua alemã como co-oficial no Município.
  23. Patrimônio - Língua alemã
  24. Vereadores propõem ensino da língua pomerana nas escolas do município, acessado em 21 de agosto de 2011
  25. MENSAGEM LEGISLATIVA Nº 040/10, acessado em 2 de novembro de 2011
  26. Aprovado projeto para ensino de lingua pomerana, acessado em 2 de novembro de 2011
  27. Bancada PP comenta co-oficialização pomerana
  28. Ontem e hoje : percurso linguistico dos pomeranos de Espigão D'Oeste-RO
  29. Sessão Solene em homenagem a Comunidade Pomerana
  30. percurso linguistico dos pomeranos de Espigão D Oeste-RO, acessado em 2 de novembro de 2011
  31. Comunidade Pomerana realiza sua tradicional festa folclórica

Ligações externas das leis de cooficialização da Língua Pomerana no Brasil[editar | editar código-fonte]