Pomona Sprout

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Pomona Sprout
Pomona Sprout
Hogwarts Staff.jpg
Professora Sprout (segunda a partir da esquerda).
Dados pessoais
Sexo Feminino
Nascimento 15 de maio de 1929 (85 anos)
Cabelo Grisalho e bagunçado.
Olhos Acinzentados
Família Desconhecida
Dados biográficos
Casa Coat of arms Hufflepuff.svg Hufflepuff
Organizações as
quais pertence
Ordem da Fênix
Na série
Primeira aparição
em livro
Harry Potter e a Pedra Filosofal
Primeira aparição
em filme
Harry Potter e a Câmara Secreta
Intérprete Miriam Margolyes
Personagem da série Harry Potter

Pomona Sprout é uma personagem fictícia da série Harry Potter. Ela é a professora de Herbologia em Hogwarts.

Cargo em Hogwarts[editar | editar código-fonte]

É a chefe da Lufa-lufa ou Hufflepuff em inglês. Professora de Herbologia e muito talentosa na matéria que ensina.

Como professora de Herbologia, seu trabalho é ensinar aos alunos como cuidar das plantas mais estranhas e dos fungos do mundo mágico. Ela manuseia com grande conhecimento as diversas espécies de coisas perigosas que crescem nas estufas de Hogwarts.

As plantas da professora Sprout são de grande valia para Madame Pomfrey, pois são a matéria prima dos remédios feitos na ala hospitalar.

Tanto o Professor Snape quando ensinava poções, como o professor Slughorn que deu a matéria em 1996-1997 sempre usaram as ervas dos jardins da professora Sprout. Inclusive Slughorn e Sprout se encontraram uma noite, no caminho das estufas e o professor de Poções levava uma porção de plantas folhosas, provavelmente para usar em suas aulas.

Quando a pedra filosofal foi escondida em Hogwarts e Dumbledore pediu ajuda a alguns professores para protegê-la, a professora Sprout forneceu a ele o Visgo-do-Diabo, que é uma planta perigosa que se enrola em volta da pessoa até sufocá-la.

No ano de 2016 ela se torna vice diretora de Hogwarts e poderia ser até diretora com a aptidão dela.

Aparência[editar | editar código-fonte]

É uma mulher baixinha, com um cabelo grisalho despenteado. Usa sempre uma espécie de chapéu ou gorro feito de retalhos e suas roupas assim como suas unhas estão sempre sujas de terra das estufas. Tem um jeito bonachão,mas é boa de briga. No sexto livro,ela se junta à professora Minerva McGonagall, ao professor Flitwick e mais cinco alunos para enfrentar o ataque dos Comensais da Morte.

Características[editar | editar código-fonte]

Decidida, paciente e preocupada com o desenvolvimento da capacidade de seus alunos.

A primeira aparição da professora de Herbologia foi em Harry Potter e a Câmara Secreta cuidando do Salgueiro Lutador que ficou todo arrebentado depois que Harry e Rony bateram nele com o Ford Anglia de Arthur Weasley. Pomona Sprout foi capaz de fazer curativos na árvore perigosa, sem sofrer um arranhão e mais até, sem causar danos ao exibido Professor Gilderoy Lockhart mostrando o quanto ela é paciente.

A professora Sprout dá suas aulas nas estufas, sempre são aulas práticas e ela usa as plantas que servem para fazer remédios ou poções. Os estudantes saem das aulas quase sempre com cheiro de fertilizante de fezes de dragão. No segundo ano, ela ensinou a reenvasar mandrágoras e as propriedades delas, o que foi muito útil para preparar as poções para os estudantes que estavam petrificados, inclusive a gata Madame Norra.

Em geral a professora Sprout é cuidadosa e atenciosa com seus alunos, como Neville Longbottom que ela percebeu ser talentoso em Herbologia e o encorajou para prosseguir, instilando confiança no rapaz quando ninguém acreditava nele.

Quando Dolores Umbridge se tornou Alta Inquisidora e soltou um decreto proibindo que os professores e alunos se comunicassem a não ser para assuntos das aulas, Sprout mostrou a Harry o quanto o admirou pela coragem de dar a entrevista para O Pasquim, do modo mais curioso: pediu a ele para lhe passar o regador e deu 20 pontos para Grifinória.

Quando o professor Dumbledore morreu e a professora McGonagall sugeriu fechar Hogwarts, Sprout foi contra, dizendo:
Tenho certeza de que Dumbledore teria querido manter a escola aberta. Acho que se um único aluno quiser freqüentá-la, a escola deverá estar aberta para esse aluno.(capítulo 27 do livro seis).

Com toda a comoção da morte de Dumbledore, foi Sprout quem insistiu que o Diretor fosse enterrado em Hogwarts, como também que fosse permitido aos alunos ir ao funeral dizer a ele o último adeus.

Digno de nota, no funeral, Pomona Sprout estava limpíssima e não tinha nem um remendo no chapéu.

A professora Sprout é mesmo o símbolo da Lufa-lufa, boa e talentosa, uma bruxa preocupada com sua matéria e com seus alunos.

No sétimo livro "Harry Potter E as Relíquias Da Morte" Pomona Sprout e umas das professoras que ajuda a proteger o castelo do Comensais Da Morte e de Voldemort com suas plantas. Após receber ordens da Professora McGonagall para acorda e levar os alunas da casa lufa-lufa para o salão principal, de longe todos ouviam seus gritos,dizendo: Tentácula, Visgo Do Diabo e Vargens Arapocosos... sim quero ver os comensais da morte enfrentando esses. Pouco depois e mencionada mas uma vez correndo pelos corredores com Neville e muitos alunos carregando varias Mandrágoras, E se seguiu murmurando: Vamos atira-las por cima do muro, eles não vão gostar nem um pouco.

Habilidades e competências Magicas[editar | editar código-fonte]

Mestra de Herbologia de Hogwarts:Pomona Sprout tem um vasto conhecimento neste ramo conhecendo as carasteristicas e propriedades das plantas magicas mais simples até mais perigosas. Ela junto dos seus alunos utilizaram Tentáculas,Visgo-do-diabo e Vargens de Arapucosos na Batalha de Hogwarts contra dos perigosos e leigos comensais da morte.

Conhecimento de Poções: a Profª Sprout além de Herbologia e bem familiarizada com Poções conhecendo muitos ingredientes pra ministrá-las como por exemplo ela junto com Madame Pomfrey no segundo ano de Harry em Hogwarts fizeram um poção para despetrificar todas as vitimas do Basilisco.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]