Ponta Negra (Natal)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita uma ou mais fontes fiáveis e independentes, mas ela(s) não cobre(m) todo o texto (desde janeiro de 2013).
Por favor, melhore este artigo providenciando mais fontes fiáveis e independentes e inserindo-as em notas de rodapé ou no corpo do texto, conforme o livro de estilo.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Ponta Negra
—  Bairro do Brasil  —
Foto da Praia homônima
Foto da Praia homônima
Localização de Ponta Negra em Natal.
Localização de Ponta Negra em Natal.
Unidade federativa  Rio Grande do Norte
Região administrativa Zona Sul de Natal
Município  Natal
População
 - Total 24,013
Fonte: Não disponível

Ponta Negra é um bairro localizado na cidade de Natal, capital do Rio Grande do Norte, Brasil. Localizado na Zona Sul de Natal, foi, durante boa parte da década passada, o bairro mais caro da cidade devido ao fato de concentrar grande parte dos hotéis e pousadas da cidade. Os turistas estrangeiros que foram muitos no período 1998-2008 compraram muitos terrenos, casas e prédios em Ponta Negra, gerando uma supervalorização excessiva dos imóveis localizados nessa conhecida área da capital potiguar. Atualmente, os preços na área de Ponta Negra estão passando por uma readequação tornando-se mais acessíveis aos moradores da cidade.

É valido lembrar que Ponta Negra é o bairro mais visitado da cidade do Natal por causa da praia homônima e do Morro do Careca. Limita-se com os bairros de Capim Macio, Neópolis e Nova Parnamirim já no município de Parnamirim. Sua população residente em 2007 era de 24.013 habitantes, tendo uma densidade demográfica de 33,96 habitantes por km quadrado[1] .

Uma das primeiras referências históricas a Ponta Negra é a descrição do período da ocupação holandesa, em 1633, na Cartografia do Rio Grande do Norte. Após a Segunda Guerra Mundial, com a influência norte-americana de banhos de mar, foram iniciadas construções de casas de veraneio, mas somente a partir da década de 80, com a construção da Via Costeira, é que o turismo em Ponta Negra se tornou mais significativo.

Mais recentemente, com a crise mundial ocorrida em 2008, os investimentos internacionais caíram drasticamente nessa paradisíaca área da cidade. O afastamento dos estrangeiros diminuiu consideravelmente a prostituição no bairro, que vinha atingindo níveis insuportáveis. A indústria da construção civil, bastante atuante no bairro, praticamente paralisou seus projetos em Ponta Negra. O empresariado da construção civil potiguar somente voltaria a investir na área a partir do segundo semestre de 2010, quando ocorreram importantes lançamentos imobiliários, voltados para o público local já que o interesse estrangeiro praticamente se extinguiu. É valido lembrar ainda que, no período em que os estrangeiros monopolizaram as atenções (2000 - 2008), boa parte da população natalense deixou de frequentar o local devido ao aumento assustador da criminalidade. A prostituição e o tráfico de drogas aconteciam e ainda hoje acontecem à luz do dia nas ruas e também nos bares e boates mantidos, em grande parte, pelos estrangeiros. Com a saída da maior parte dos estrangeiros, o número de apreensões de drogas não diminuiu significativamente, assim como aconteceu[necessário esclarecer] com o número de prostitutas que avolumavam-se nas ruas e avenidas do bairro[carece de fontes?]. Está localizada no bairro de Ponta Negra, a Vila de Ponta Negra, local foi habitado por pescadores e seus descendentes, hoje em dia por imigrantes do interior do Estado, que transformou-se, com a deflagração da atividade turística, num dos maiores pontos de comercialização de drogas da capital potiguar[carece de fontes?].

Transportes — Ônibus coletivo[editar | editar código-fonte]

Via Conjunto Residencial Alagamar / Alto de Ponta Negra[editar | editar código-fonte]

46 — PONTA NEGRA / RIBEIRA (via Praça Cívica)
54 — PONTA NEGRA / ROCAS (via Alecrim)
66 — PONTA NEGRA / CIDADE DA ESPERANÇA (via Rodoviária Nova)
83 — FELIPE CAMARÃO / PONTA NEGRA

Via Avenida Engenheiro Roberto Freire / Trecho Rota do Sol[editar | editar código-fonte]

26 — SOLEDADE I / PONTA NEGRA
73 — SANTARÉM/ PONTA NEGRA
56 — PONTA NEGRA / ROCAS (pela Via Costeira)
BT — BARRA DE TABATINGA / NATAL (Praia de Pirangi / Natal Shopping / Shopping Midway / Alecrim / Cidade Alta / Rodoviária Velha - Ribeira)
801 — CIRCULAR / (Cidade Verde / Ponta Negra / Via Direta Shopping)

Referências

  1. Ponta Negra — Conheça melhor o seu bairro 2007. Publicado por: SEMURB — Secretária Municipal de Meio Ambiente e Urbanismo.


Ícone de esboço Este artigo sobre Rio Grande do Norte é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.