Ponte do Grande Belt

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ponte do Grande Belt
Ponte do Grande Belt, vista de uma balsa.
Nome oficial Østbroen
Arquitetura e construção
Design Ponte suspensa
Mantida por A/S Storebælt
Data de abertura 14 de junho de 1998
Dimensões
Comprimento total 6 790 m
Largura 31 m
Altura 254 m
Geografia
Cruza Grande Belt
Localização ZelândiaFiónia, Dinamarca
Coordenadas 55° 20′ N 10° 58′ E

Ponte do Grande Belt é uma ponte suspensa parte da rede rodoferroviária dinamarquesa que conecta as ilhas Zelândia e Fiónia atravessando o Grande Belt. A Ponte do Grande Belt, como também é conhecida, possui o terceiro maior vão livre do mundo com 1 600 metros. A manutenção é feita somente com os fundos retirados dos pedágios.

História[editar | editar código-fonte]

As idéias para a construção de uma estrutura conectando essas ilhas surgiram no ano de 1850 e se sucederam nas décadas seguintes. Em 1934 o governo dinamarquês mostrou interesse na construção da tal ponte e em 1948 o Ministério dos Transportes (Transportministeriet) começou a estudar as condições para iniciar as obras no estreito.

A primeira lei autorizando a construção foi promulgada em 1973, mas o projeto só ganhou destaque novamente em 1978 e depois em 1986, sendo aprovada oficialmente em 1987.

As obras tiveram início em 1988. Em 1991 o governo da Finlândia recorreu ao Tribunal Internacional de Justiça interrompendo a construção e alegando que a ponte prejudicaria o tráfego de embarcações no estreito. A Dinamarca e a Finlândia negociaram cerca de 90 milhões de coroas dinamarquesas para que o governo finlandês retirasse a queixa e a construção fosse finalmente finalizada.[1]

Referências

  1. Ministério de Relações Exteriores da Finlândia (24/03/1994), "Kirjallinen kysymys: Suomen valtion Juutinrauman siltahankkeesta saamista korvauksista", KK 94/1994 vp (em finlandês), Parlamento da Finlândia, http://www.eduskunta.fi/triphome/bin/akxhref2.sh?{KEY}=KK+94/1994